Cassilândia, Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

10/06/2003 14:39

Ministro abre seminário em Campo Grande

Anderson Viegas- AP

Campo Grande (MS) - O ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, disse hoje na abertura do Seminário Estadual para discutir o Plano Plurianual (PPA) 2004-2007, que Mato Grosso do Sul foi escolhido para sediar o primeiro evento que visa debater o assunto, em razão do respeito que governo federal tem pelo governo do Estado, pelo governador Zeca do PT, e pelas organizações que expressam a realidade social.
A abertura do seminário que aconteceu na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) em Campo Grande, reuniu além do ministro, o secretário de Desenvolvimento Territorial do ministério, Humberto de Oliveira, o secretário de Estado de Desenvolvimento Agrário, Valteci Ribeiro de Castro Júnior (Mineiro), o superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Luiz Carlos Bonelli, além de representantes dos movimentos sociais como a CUT agrária, Fetagri e MST.
Antes de participar da abertura do seminário o ministro esteve reunindo rapidamente com representantes da entidades que compõem o Fórum da Terra - Federação de Trabalhadors na Agricultura (Fetagri), Movimento do Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Central Única dos Trabalhadores (CUT Agrária), Faff, Conselho Indigenista Missionário (Cimi), MMTR, Fórum da Juventude Rural e Coams), onde recebeu do representante da Coams, Rosalvo Rodrigues, um documento, onde é apresentada a situação agrária do Estado com 48,6 mil famílias de assentados e de pequenos e micro agricultores, e de 13 mil famílias acampadas.
O ministro se comprometeu a estudar o documento, mas disse de antemão, que grande parte das reivindicações do documento estavam sendo atendidas por projetos do governo federal ou Executivo Estadual. Ele também considerou “excelente”a iniciativa proposta pelo governador de criar um comitê formado por representantes da União, do Estado, e dos movimentos sociais para estipular metas de assentamento de famílias sem-terra até 2006, e reiterou a disposição de Zeca de até o encerramento de seu mandato assentar todas as famílias acampadas. Para cumprir essa meta o ministro revelou que o ministério trabalha inicialmente com a projeto de recuperar e fortalecer os assentamentos já existentes, desenvolvendo em paralelo ações de fortalecimento da agricultura familiar, e em um segundo momento avançar no processo de reforma agrária.
Para suprir a demanda por áreas, Rosseto revela que o ministério vai intensificar os processos de vistorias e ao mesmo tempo utilizar para assentamentos terras da União (devolutas) e propriedades colocadas como aval de empréstimos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
09:00
Santo do Dia
Domingo, 20 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)