Cassilândia, Domingo, 24 de Junho de 2018

Últimas Notícias

19/08/2007 09:32

Ministra cobra o cumprimento da Lei Maria da Penha

Isabela Vieira/ABr

Brasília - A ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Nilcéa Freire, cobrou ontem (18) empenho do Poder Judiciário no combate à violência contra mulher e o cumprimento das determinações da Lei Maria Penha, sancionada em agosto do ano passado.


“O Judiciário tem que entender que ele, sobretudo, tem que cumprir a lei”, afirmou Nilcéa Freire na Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres.


De acordo com a ministra, o Judiciário estadual tem resistido à criação dos Juizados Especializados, uma das determinações da lei. Além disso, alguns juízes estariam questionando a constitucionalidade da medida.

“Não adianta falar. Quem quiser questionar a lei remeta uma Ação Direta de Inconstitucionalidade ao Supremo Tribunal Federal (STF), que a julgará. Enquanto isso, a lei é para ser cumprida por todo mundo”, destacou.

Ainda de acordo com a ministra, o combate à violência contra a mulher depende da garantia ao acesso à Justiça. “Não tem Executivo federal, estadual e municipal que poderá, por si só, garantir o acesso à Justiça. O Judiciário tem que se tornar mais permeável as mulheres”.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 23 de Junho de 2018
09:00
Santo do dia
Sexta, 22 de Junho de 2018
09:00
Santo do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)