Cassilândia, Domingo, 27 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

25/10/2003 08:22

Ministério tem um programa para quem quer parar de fumar

Andréia Araujo/ABr

Para quem quer parar de fumar e não sabe como, o Ministério da Saúde tem um programa que pode ajudar. O serviço Disque Pare de Fumar, no número 0800 703 70 33, que funciona desde o ano passado, já ajudou a cerca de 247 mil pessoas a largar o cigarro. O serviço está sendo acionado na nova ofensiva que o Ministério do Trabalho desencadeou esta semana contra o tabagismo.

Nessa sexta (24) a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) editou uma resolução que obriga os fabricantes a ampliar a letra do Disque Pare de Fumar, que deve estar junto com as novas imagens de advertência que deverão ser impressas nas embalagens de cigarro.

Desde que esse número foi publicado nos maços de cigarro, a procura pelo disque aumentou em cerca de 300%. Isso, segundo a chefe de Divisão de Controle do Tabagismo, do Instituto Nacional do Câncer (Inca), Tânia Cavalcanti, significa que as pessoas têm grande interesse em obter informações sobre como parar de fumar.

Quem busca o serviço, primeiro tem que responder a um questionário com algumas perguntas que identificam o seu grau de dependência. Dependendo do caso, o fumante é encaminhado para um Centro de Atendimento Especializado. Lá, o paciente encontra apoio psicológico e é medicado. “O Brasil é pioneiro no atendimento gratuito a pacientes dependentes de tabaco”, salienta Tânia.

Hoje, no Brasil, existem 40 Centros Especializados em tratamento da dependência do tabaco, localizados nos Estado do Rio, São Paulo, Santa Catarina, Pernambuco, Ceará e Espírito Santo. Tânia informou que já foram capacitados profissionais de mais de 200 municipios. A meta do Ministério da Saúde é que, até o fim do ano, existam cerca de 124 Centros. Neles, o paciente pode obter ajuda psicológica e tratamento à base de medicamentos que diminuem a síndrome da abstinência.

De acordo com Tânia, o maior problema na implantação dos Centros é a falta de cooperação das secretarias municipais de Saúde. Segundo ela, o Ministério fornece a verba e o treinamento dos profissionais. As secretarias ficam encarregadas apenas de conseguir a estrutura física.

Estimativas do Ministério da Saúde mostram que o cigarro mata por ano no Brasil cerca de 200 mil pessoas. Em todo mundo, a Organização Mundial de Saúde estima que cerca de 5 milhões de pessoas sejam vítimas de doenças causadas pelo hábito de fumar.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Sábado, 26 de Setembro de 2020
07:28
Cassilândia/São José do Rio Preto
Sexta, 25 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)