Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/04/2007 13:55

Ministério manda MS abater mais 20 mil bovinos

Fernanda Mathias e Nadyenka Castro/Campo Grande News

O Ministério da Agricultura, Abastecimento e Pecuária determinou que mais 20 mil animais sejam abatidos em Eldorado, Mundo Novo e Japorã, onde a última investigação sorológica apontou indícios de circulação do vírus de febre aftosa.

Hoje o governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB) seguiu para Brasília onde de tarde terá audiência com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes. “Querem que a gente abata mais. Não faço mais abates sem ter dinheiro na mão”, disse, pouco antes de embarcar, referindo-se aos recursos para indenização.

O governo do Estado pleiteou R$ 80 milhões para indenizações e ações sanitárias, mas somente R$ 20 milhões foram destinados à SFA (Superintendência Federal de Agricultura). O superintendente, Orlando Baez, afirma que como no abate sanitário a carne é aproveitada, cerca de 50% do valor devido ao produtos são pagos pela própria indústria. Como há muito animal magro e bezerros o governo acaba complementando a outra metade. Já foram abatidos na região 24,8 mil bovinos.

Baez afirma que nova sorologia só será feita após a conclusão dos abates. Inicialmente se falava que o número de animais abatidos poderia chegar a 60 mil. Desde outubro de 2005 o Estado amarga sérios prejuízos devido aos efeitos da ocorrência de febre aftosa nos três municípios. A carne bovina, que chefiava ao lado da soja as exportações do Estado, passou a ser coadjuvante na balança .

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)