Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/02/2006 07:16

Ministério intensifica ações de controle da dengue em MS

Agência do Rádio

Os moradores do Mato Grosso do Sul precisam estar atentos aos cuidados para afastar o mosquito da dengue das suas casas. Ao contrário do que aconteceu na maioria dos Estados, onde houve redução do número de casos da doença em 66,3% em 2006 em relação a janeiro de 2005, no Mato Grosso do Sul o índice aumentou para 34,88% no mesmo período. Para conter o mosquito transmissor, o Aedes aegypti, o Ministério da Saúde intensificou as ações de apoio aos municípios que apresentam maior risco de surtos de dengue. O objetivo é detectar rapidamente os locais de intensificação da transmissão da dengue. A campanha de mobilização social continua, pois cerca de 80% dos focos do mosquito transmissor estão dentro dos domicílios. Para o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério, Jarb as Barbosa, sem a participação dos moradores de cada cidade nas ações de controle da dengue, o risco aumenta.

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, "A grande intensificação é chegar até a população. Mobilizar a população porque como 80% dos focos estão dentro dos domicílios se cada família não for alertada que ela precisa se mobilizar, precisa tomar conta da sua casa, colocar areia no prato do vaso de planta verificar se a caixa está tampada, verificar se a calha não está entupida e armazenando água não deixar água no quintal, a gente pode ter dengue. É por isso que desde, em outubro novembro a gente vem intensificando essas informações que culminaram, no Dia "D" . E estimulamos as prefeituras que fizessem ações semelhantes para que a gente tivesse durante todo o verão informes, campanhas educativas, divulgação para que a população fique al erta todo o verão."

Para controlar a dengue, as administrações regionais precisam fiscalizar cemitérios, parques e praças e a sociedade tem que ser mobilizada para que tome consciência do risco e faça sua parte nos trabalhos. Evitar o acúmulo de água parada, eliminar resíduo de água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos e vasinhos de plantas são cuidados simples e que afastam o risco da dengue.

De Brasília, Kelly Beltrão

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)