Cassilândia, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

07/12/2012 10:36

Ministério da Agricultura apura caso de vaca louca no PR

Folha de São Paulo

O Ministério da Agricultura deve se pronunciar hoje sobre um possível caso de doença da vaca louca ocorrido no Estado do Paraná há cerca de dois anos.

Segundo a Folha apurou, o governo brasileiro aguarda o resultado de testes realizados no Reino Unido com amostras do animal para confirmar se de fato ocorreu a doença, inédita no Brasil.

O país é um dos principais fornecedores mundiais de carne bovina. Neste ano, as exportações deverão superar os US$ 5 bilhões.

Se o caso for confirmado, o produto brasileiro poderá sofrer restrições em vários mercados. No entanto, por se tratar de um caso isolado e passado, a extensão de um embargo tenderia a ser reduzida.

Atualmente, o Brasil tem um status de risco considerado \"insignificante\" na OIE (Organização Mundial para a Saúde Animal) para esse tipo de doença, ao lado de países como Argentina e Chile.

O caso mais recente de doença bovina de grandes proporções no Brasil foi a ocorrência de febre aftosa em Mato Grosso do Sul, em 2005, quando o país sofreu sérias restrições no mercado externo. Alguns países só voltaram a comprar a carne brasileira recentemente.

Os EUA foram o palco do mais recente caso de mal da vaca louca, em abril.

ENTENDA

A encefalite espongiforme bovina, nome científico do mal da vaca louca, foi identificada pela primeira vez no Reino Unido, em 1985.

A doença provoca a degeneração do sistema nervoso central.

A doença se caracteriza pela aparição de sintomas de nervosismo nos bovinos, que os leva invariavelmente à morte num período que pode variar de um a seis meses.

Nos humanos, a versão da encefalite espongiforme bovina leva o nome de mal de Creutzfeldt-Jakob. A doença provoca a perda da coordenação motora e leva o doente à demência e à morte.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Fevereiro de 2017
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 25 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
07:30
Loterias
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)