Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/08/2007 18:53

Ministério aponta que MS lidera adesão ao Sisbov

Sandra Luz/Campo Grande News

Mato Grosso do Sul é o Estado brasileiro com o maior número de animais incluídos no Sisbov (Serviço Brasileiro de Rastreabilidade da Cadeia Produtiva de Bovinos e Bubalinos), segundo dados divulgados nesta quarta-feira, dia 1º, pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). De acordo com o Mapa, 8,5 milhões das 25 milhões de cabeças do Estado estão incluídas no banco de dados.


No País, 6 milhões de animais foram incluídos no Sisbov. Por meio de assessoria de imprensa, o coordenador de Sistemas de Rastreabilidade/Mapa, Serguei Brener, afirmou que a adesão dos pecuaristas de Mato Grosso do Sul deve-se à expectativa de abertura do mercado externo após os problemas ocorridos com o foco de febre aftosa.

Outro fator considerado importante para a adesão, segundo Brener, é o estímulo da indústria frigorífica. Os frigoríficos, afirmou, têm pago R$ 2 a mais pela arroba de animais rastreados. “O custo que o produtor tem é na auditoria para certificar e aprovar a propriedade, conforme a exigência do mercado comprador. Mas este custo é compensado com o preço maior pela arroba”. Na avaliação de Serguei Brener, além de atender as exigências dos países importadores, a rastreabilidade pode gerar ganhos na propriedade. “O produtor tem maior controle do desempenho de cada animal, aproveita os dados para buscar outros ganhos e gerencia melhor o seu negócio”.

Hoje, 53 empresas estão autorizadas pelo Mapa para fazer a certificação. Brener disse que esse número de certificadoras dá margem aos pecuaristas negociarem os custos. “A concorrência pode mexer no custo, pois o diferencial em relação ao sistema antigo está justamente na auditoria para certificar e aprovar a propriedade”.

O prazo para os pecuaristas aderirem ao novo Sisbov termina em dia 31 de dezembro deste ano. “Os animais que não migrarem serão excluídos do sistema após a data limite. As datas estão sendo rigorosamente cumpridas”, alertou Brener. O antigo Sisbov contava com cerca de 72 milhões de animais.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)