Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/08/2012 19:30

Militares apreendem 11,7 toneladas de explosivos na Operação Ágata 5

Fernando César Oliveira, Agência Brasil

Curitiba – As tropas militares brasileiras enviadas para as fronteiras do país com a Bolívia, o Paraguai, a Argentina e o Uruguai, na chamada Operação Ágata 5, apreenderam, desde segunda-feira (6), mais de 11,7 toneladas de explosivos. Foram apreendidos também 300 quilos de maconha e seis armas.

A maior carga de explosivos foi apreendida em Itiquira (MT), dentro de um caminhão. O veículo transportava, sem autorização, 11,6 toneladas do produto para pedreiras da região.

As apreensões incluíram 150 quilos de dinamite apreendidos nas cidades de Ametista do Sul e Frederico Westphalen, ambas no Rio Grande do Sul. As informações foram divulgadas hoje (8) pelo Ministério da Defesa.

A Operação Ágata 5 abrange uma área de 3,9 mil quilômetros de fronteiras. Cerca de 17 mil militares participam da operação, que se estende pelos estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná e de Mato Grosso do Sul, o que representa um aumento de 70% do contingente que normalmente atua nessas regiões.

O balanço das primeiras 48 horas da operação também inclui a realização de quase nove mil inspeções, vistorias e revistas. Um avião foi interceptado pelo Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro e 40 embarcações, inspecionadas.

Participam da operação, além da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, órgãos como Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, agências reguladoras, forças estaduais e municipais de segurança. O principal objetivo é combater o tráfico de entorpecentes e de armas, o contrabando e carros roubados, entre outros crimes. A operação leva ainda serviços médicos e odontológicos a cidades carentes na região de fronteira.

Nas quatro edições anteriores da Operação Ágata, foram apreendidas mais de 2,3 toneladas de drogas, 302 embarcações irregulares e 59 armas. As Forças Armadas também dinamitaram, ao longo dessas edições, quatro pistas de pouso clandestinas e fecharam oito garimpos e cinco madeireiras ilegais.

Edição: Davi Oliveira

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)