Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

18/06/2003 14:44

Milho cai para R$ 12,00

Fabiane Sato

A supersafra de milho nem começou a ser colhida, mas os preços da saca já estão abaixo dos R$ 15,00 – que eqüivale a cinco dólares, valor médio do custo de produção. Conforme os dados da Granos, o milho está valendo R$ 12,00, e já preocupa os produtores. Os presidentes da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Léo Brito, da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Laucídio Coelho, e o secretário de Produção e Turismo, José Antônio Felício, estiveram na entidade, discutindo as possibilidades para evitar uma queda ainda maior.
O presidente da Famasul teme que a queda brusca no preço da saca desestimule os produtores a plantar milho no próximo ano, faltando o produto como aconteceu no ano passado. "Já temos a sinalização do contrato de opção de 100 mil toneladas. É muito pouco para a nossa safrona de milho", comentou Brito.
Para presidente da Famasul, o ideal para o contrato de opção para Mato Grosso do Sul seria pelo menos 250 a 300 mil toneladas. "Nós sabemos que o Ministério da Agricultura está lutando muito para pelo menos 1 milhão e 500 mil toneladas para o País", disse.


Felício informou que a Secretaria de Produção está entrando em contato com as cooperativas para que a soja armazenada no Estado seja encaminhada ao porto de Paranaguá. "Já conseguimos que a Coagri encaminhe 50 mil toneladas de milho para o porto", disse. Sobre o preço mínimo para a saca do milho, que foi estipulado no Plano Safra 2003/2004 entre R$ 11,85 e R$ 13,50, o secretário concordou que o valor não agrada ao produtor.


O presidente da Acrissul, Laucídio Coelho, comentou que os baixos preços do milho acabam influenciando indiretamente também a pecuária. "O pecuarista não é afetado diretamente pela queda porque o consumo de ração é baixo e não tem grandes impactos", explicou. O valor depreciado do milho, segundo Laucídio, acaba subsidiando o frango, colocado na prateleira, abaixo do valor real. "A carne bovina passa a sofrer uma concorrência desleal do frango", informou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Terça, 22 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)