Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/03/2006 15:14

Mil municípios não contam com médicos morando na cidade

Juliana Andrade/ABr

Cerca de mil municípios brasileiros não contam com médicos que moram na própria cidade. Ou seja, um em cada cinco municípios do país é atendido por médicos de outras regiões. Para chegar ao trabalho, muitos deles precisam acordar cedo, enfrentar estradas e trânsito. No consultório ou hospital, esses profissionais atendem uma comunidade da qual não fazem parte.

Segundo o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Francisco Campos, o levantamento feito pelo Conselho Federal de Medicina revela uma das dificuldades a ser enfrentada para melhorar o atendimento prestado à população no Sistema Único de Saúde (SUS).

O assunto será discutido na 3ª Conferência Nacional de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, que começa hoje (27) e vai até quinta-feira (30), em Brasília. As discussões vão ajudar o governo a desenvolver políticas para melhorar as ações de atenção à saúde. As propostas serão consolidadas num relatório, com sugestões ao Ministério da Saúde.

"Uma questão que pode ser colocada na conferência é que tipo de política pode descentralizar e incentivar os trabalhadores a irem para localidade do interior. É esse tipo de política que poderá melhorar a qualidade do atendimento nesses locais", destaca Campos.

Para o secretário, outra dificuldade que precisa ser enfrentada é a formação dos trabalhadores, em geral, ainda distante da realidade de muitos usuários do SUS: "Às vezes, a gente forma muito mais médicos voltados para o hospital do que aquelas pessoas que sabem ir até a comunidade, fazer o que o programa Saúde da Família propõe."

Francisco Campos ressalta que, apesar dos problemas, a experiência brasileira na área de recursos humanos em saúde é reconhecida internacionalmente como uma das mais avançadas. "O relatório mundial da saúde deste ano, que se dedica à questão dos recursos humanos, o único país que ele cita três vezes com três bons exemplos de recursos humanos é o Brasil."

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)