Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/08/2005 11:25

Mesmo em alta, emprego formal ainda é exceção no campo

Keite Camacho - Agência Brasil

Brasil Agora



"A diferença de quando não tinha carteira assinada para agora é que tenho mais garantia, mais segurança, tenho o INSS em caso de acidente. A importância é ter um seguro de alguma coisa", disse Carlindo da Silva, 37 anos, há dois com carteira assinada. Carlindo trabalha com o plantio de hortaliças e lida com o gado numa chácara no Recanto das Emas, Distrito Federal.

Carlindo ainda é exceção. O campo apresenta problemas e a informalidade é um deles. De acordo com Antônio Lucas Filho, Secretário de Assalariados e Assalariadas da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), o combate ao emprego informal não é o suficiente e necessita de "uma fiscalização mais firme por parte do governo". Lucas percebeu, no entanto, um aumento no número de empregados com carteira assinada nos últimos anos.

"A gente teve este ano um aumento do número de empregos com carteira assinada, principalmente no setor açucareiro. Tivemos um aumento devido ao crescimento do setor, que plantou mais lavoura e empregou mais. Em alguns estados houve aumento de 20% de trabalhadores em relação ao ano anterior", afirmou.

Lucas destacou que com o aumento das exportações, as empresas passaram a empregar mais gente, para garantir a exportação em quantidade e qualidade. Segundo ele, tem aumentado a produção de frutas, principalmente no nordeste, e da cana-de-açúcar e do leite.

Ele ressaltou, no entanto, que os trabalhadores já possuíam carteira assinada e que o que houve não foi combate à informalidade, mas aumento no número de empregados. "É um setor que já tem toda uma regularização. Não é combate à informalidade. Aumentou a produção e aumentou o número de carteiras assinadas", explicou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)