Cassilândia, Quarta-feira, 01 de Março de 2017

Últimas Notícias

08/03/2016 09:30

Mesmo com menos patrocínios, CBF registra lucro de R$ 72 milhões

180 Graus

A CBF lucrou R$ 72,081 milhões em 2015, cerca de R$ 20 mi a mais que no ano anterior, quando encerrou a temporada com R$ 51,010 milhões em caixa. A informação já havia sido divulgada pelo blog Bastidores. O aumento veio mesmo em ano com saídas de patrocinadores, casos de corrupção e crise política na entidade. Em 2014, a CBF ganhou R$ 359,416 mi em contratos com patrocinadores, valor maior do que os R$ 339,604 milhões do ano passado.

Os números foram divulgados em Assembleia Geral na tarde desta segunda-feira, que não apreciou o balanço financeiro apresentado pela entidade devido à uma liminar obtida pelo presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim Peixoto. Presidente da Federação Baiana de futebol e membro do Comitê de Reformas da CBF, Ednaldo Rodrigues Gomes se manifestou em nome das entidades e criticou a postura de Peixoto.

- Na realidade, a reunião ficou em aberto e ficou certo que todos retornariam pela tarde. Ele (Delfim Peixoto) não retornou. Ele alega que não teve acesso às contas, mas estão todos lá acompanhando e olhando os números. A assembleia está em aberto até que ele analise. Caso ele não queira, ou o departamento jurídico da CBF não consiga reverter a situação, terá nova convocação. Mas ele tem todo tempo de olhar as contas - declarou Ednaldo.

Após convocação em primeira chamada pela manhã, a CBF reiniciou o encontro às 14h30 desta segunda na esperança de que Delfim voltasse atrás em sua decisão, mas ele não esteve presente. Uma nova assembleia foi convocada para a manhã desta terça, às 11h. A CBF tentará cassar a liminar para apreciar seus números. Caso não consiga, uma nova convocação terá que ser feita. As contas devem ser aprovadas até o dia 30 de abril. A CBF irá se manifestar sobre os números de seu balancete apenas após a aprovação das federações.

Em seu balanço, a entidade registra aumento nos custos com futebol, especialmente no futebol de base e feminino, com o dobro dos valores de 2014. No ano passado, foram gastos R$ 18,258 mi com o futebol feminino, contra R$ 9,583 mi do ano anterior. Na base, o valor gasto com a base foi de R$ 22,760 mi, frente a R$ 13,202 de 2014. A CBF também aumentou os repasses às federações em cerca de R$ 16 mi: de R$ 107,740 de 2014, para R$ 123,280 mi do ano passado.

Aumento de receita, mas perda de patrocínios
O balanço financeiro da CBF registra receita total de R$ 518,874 milhões, líquida de R$ 487,414. O valor é inferior aos R$ 519 milhões de 2014. Mas o dólar salvou a entidade. Se consideradas as receitas financeiras, nas quais se incluem ganhos com variação cambial, a receita chega a R$ 584 mi, superior ao do ano anterior, que ficou em R$ 540 mi.

A principal razão para isso são os contratos de patrocínios, todos feitos na moeda americana. A saída de patrocinadores, inclusive, foi um dos motivos para a queda na receita líquida. A CBF perdeu cerca de R$ 20 mi em contratos com as saídas de empresas como Unimed, P & G, Sadia, Michelin e Gillete. O saldo das quebras desses contratos deve ser mais sentido em 2016, quando os valores não serão pagos durante todo o ano.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 01 de Março de 2017
Terça, 28 de Fevereiro de 2017
Segunda, 27 de Fevereiro de 2017
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)