Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/02/2015 08:17

Mesa Diretora da Câmara restringe justificativas para falta de deputados

Agência Câmara

Em sua primeira reunião da nova legislatura, a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados decidiu, nesta quarta-feira (11), que apenas as licenças médicas e as missões oficiais poderão ser usadas como justificativa para a falta de parlamentares. "Com isso, não serão mais aceitas as justificativas de lideranças partidárias", afirmou o presidente da Casa, Eduardo Cunha, que comandou o encontro.

Segundo Cunha, a intenção é ampliar o quórum das votações em Plenário. A Mesa também decidiu restringir a dispensa de presença em Plenário apenas aos líderes partidários e aos membros da Mesa. Presidentes de comissões e membros de CPI estão entre os parlamentares que perdem esse direito. Cunha calcula que a medida fará o número de dispensas cair de cerca de 120 para 20. "Nós nem sabíamos, mas havia dispensa de presença de um grande número de parlamentares por várias situações", comentou o presidente.

Análise de vetos
A Mesa aprovou ainda o conteúdo de uma resolução que muda a análise dos vetos presidenciais pelo Congresso Nacional. "Será por cédula que permita a apuração eletrônica; e por painel nos destaques de bancada, de acordo com o Regimento da Câmara dos Deputados", explicou Eduardo Cunha.

Esse conteúdo já havia sido acertado com o presidente do Senado, Renan Calheiros, no início da semana. Segundo Cunha, a intenção é dar mais rapidez ao processo. "Sobre a resolução dos vetos, aprovamos na Mesa a mesma resolução aprovada pelo Senado.”

A resolução deve ser votada pelo Plenário do Congresso Nacional no próximo dia 24.

Estrutura da Câmara
O primeiro-secretário da Câmara, deputado Beto Mansur (PRB-SP), informou que a reunião da Mesa também discutiu a construção do anexo 5 da Câmara, a fim de ampliar as dependências da Casa e melhorar as condições para a atividade parlamentar. A obra deve ser feita por meio de parceria público-privada (PPP), com o intuito de reduzir o impacto sobre o orçamento da Casa.

Mansur também propôs atualizar o sistema de telefonia da Câmara que, conforme ele, tem quase 30 anos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)