Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

29/06/2008 11:32

Mercosul cria grupo de trabalho para discutir pneus

Mylena Fiori/ABr

Tucumán (Argentina) - Os quatro países do Mercado Comum do Sul – Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai - começarão a discutir uma política comum para a comercialização de pneus remoldados. Será criado um grupo de trabalho com a missão de fechar, até o final do ano, as regras para o comércio intrabloco deste tipo de produto. Essa foi a alternativa encontrada pelo governo brasileiro para evitar a suspensão das compras de pneus usados dos sócios menores do Mercosul.

Por questões ambientais e de saúde pública, o Brasil proibiu a importação de pneus reformados da União Européia. A região questionou a decisão na Organização Mundial do Comércio (OMC), que, em dezembro passado, autorizou o Brasil a manter a proibição, desde que também fossem suspensas as importações deste tipo de produto dos países do Mercosul.

Paraguai e Uruguai dependem das exportações para o Brasil e manifestavam insatisfação com as cotas de importação fixadas pelo governo brasileiro. O Paraguai pretendia, inclusive, apresentar queixa formal, na última cúpula, quanto às cotas.

Nos próximos dias, a OMC definirá um árbitro para definir o prazo que o Brasil terá para implementar a decisão final do órgão. Com a criação do grupo de trabalho no âmbito do Mercosul, o Brasil procura sinalizar à OMC que está em busca de uma solução.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)