Cassilândia, Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018

Últimas Notícias

29/11/2018 17:30

Menina leva spray de pimenta e dispara em sala durante prova:

G1MS

Uma aluna do 9° ano, da Escola Municipal Professor Nagib Raslan, no Jardim Petropólis, em Campo Grande, foi repreendida após levar um spray de pimenta e disparar contra os colegas em sala. Conforme testemunhas, a ação ocorreu no momento em que os estudantes faziam prova, na manhã desta quarta-feira (28).

A diarista Roseli Lelis, mãe de uma adolescente de 15 anos, ressaltou que ficou muito preocupada com o ocorrido. "Ligaram lá minha casa e aí eu fui lá, não sabia o que era e depois fiquei sabendo. Vi a ambulância lá e pensei: alguma coisa de ruim aconteceu", disse.

A filha dela foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Almeida e comentou que ainda está sentindo muita dor no peito e de cabeça. "A gente estava fazendo a prova quando, de repente, todo mundo começou a se sentir mal e a gente saiu da sala. Depois a gente voltou e começamos a tossir tudo de novo. Aí eles tiraram a gente da sala. Uns começaram a passar mal, a desmaiar", contou.

Uma dona de casa, de 32 anos, conta que possui um filho estudando na escola, porém, em outra série. Ela não quer se identificar e fala que ainda está em choque com o que viu ao buscar a criança.

"Quando cheguei já ouvi sirenes e vi as viaturas do Corpo de Bombeiros. Estava uma confusão, ninguém falava nada o que estava acontecendo. Depois, um funcionário veio e nos falou que um ou dois coleguinhas dispararam um spray. Teve gente que desmaiou e até teve ataque epilético, outras meninas passaram muito mal", explicou ao G1.

Ainda conforme a mãe, muitos adolescentes reclamavam de dor nos olhos. "Estava um caos, todo mundo desesperado. Nós queremos entender realmente qual foi a causa. Muitas vezes, estas coisas ficam só dentro da escola e ninguém quer que algo assim volte a acontecer", finalizou.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e aguarda retorno. Já a Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) informou que cinco crianças deram entrada por volta de 12h (de MS), sendo socorridas pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu).

Ainda conforme a Sesau, após 1h30 de atendimento, três delas já haviam sido liberadas e 2 permanecem em observação, por precaução, mas, passam bem e não apresentam nenhum sintoma de maior risco.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 10 de Dezembro de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 09 de Dezembro de 2018
09:00
Santo do dia
Sábado, 08 de Dezembro de 2018
Sexta, 07 de Dezembro de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)