Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

07/04/2014 09:59

Menina dormiu na rua e foi localizada por amiga em frente de shopping

Campo Grande News

A adolescente de 12 anos que fugiu de casa e mobilizou as redes sociais e a polícia durante dois dias dormiu em bancos de rua e foi achada na noite ontem (6) por uma amiga de família em frente ao Shopping Campo Grande, na Avenida Afonso Pena.

A mãe de Thassila Natália Vasquez de Alvarenga, Ligia Cristina Alvarenga, 41 anos, contou ao Campo Grande News que parentes e amigos da adolescente faziam panfletagem na Avenida Afonso Pena, na tarde de ontem, quando receberam a informação que a filha estava na região da Avenida das Bandeiras.

“Nós saímos em carreata da Afonso Pena até lá desesperados por ela, mas quando chegamos na região, vimos que era uma informação falsa e decidimos ir para casa”, explica a mãe.

Quando os pais já se preparavam para mais uma noite de pouco sono e preocupação sobre o paradeiro de Thassila, uma ligação da Polícia Civil colocou fim ao tormento da família. “Nós já estávamos chorando muito, desolados, quando a polícia ligou e disse que minha filha estava na delegacia”.

Dois policiais à paisana chegaram até a garota depois que uma amiga da família viu Thassila em frente ao Shopping Campo Grande com um menino da mesma faixa etária. A mulher acionou a polícia e os militares foram até o local em posse de fotos da jovem.

Thassila foi levada para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) e reencontrou os pais. “Ela disse que estava com medo de voltar para a casa e a gente não aceitá-la”, diz Lígia.

Nas duas noites em que a menina passou nas ruas, segundo ela disse à mãe, as noites de sono foram em bancos da rua. Em um dos dias, a adolescente dormiu em um banco na Avenida Mato Grosso, próximo da Igreja Universal.

Sobre a alimentação, a menina contou para a família que comeu “porcarias” compradas com os R$ 14 que ela tinha ao fugir de casa. O primeiro pedido de Thassila ao voltar para casa foi comer uma pizza e tomar refrigerante.

O que a família quer agora é voltar a rotina e esquecer os dois dias de apreensão e desespero. “Agora é vida nova, nossa filha está bem e vamos voltar para nossa vida”, completa.

Na tarde desta segunda-feira (7), a família e a adolescente irão até a Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) e a Polícia Civil irá apurar se a menina teve ajuda de outra pessoa para permanecer nas ruas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)