Cassilândia, Terça-feira, 16 de Outubro de 2018

Últimas Notícias

23/04/2018 14:00

Menina de 11 anos sofre estupro coletivo; pelo menos 14 homens são suspeitos

A ocorrência foi registrada no domingo (22) e é investigada pela Polícia

Correio do Estado/G1

Uma criança de 11 anos foi estuprada por pelo menos 14 homens durante uma festa em Praia Grande, no litoral de São Paulo. O boletim de ocorrência sobre o abuso foi registrado no domingo (22), na Delegacia Sede da cidade. A polícia está investigando o caso para tentar identificar quem são os autores do crime.

Uma amiga da família da vítima, que preferiu não se identificar, contou ao G1 que a menor a procurou na sexta-feira (20) falando que havia sido abusada. "Ela chegou na minha porta e pediu para dormir na minha casa. Ela me contou do estupro e eu já tinha marcado uma consulta para fazer exames, mas no domingo ela sentiu uma dor forte e a levei ao hospital", explica.

No local, a médica que estava de plantão, ao fazer alguns exames, constatou que a menina havia tido relações sexuais recentes. Como a testemunha que a acompanhava não era parente da vítima, os funcionários do hospital decidiram acionar o Conselho Tutelar da cidade, que enviou um representante à unidade de saúde para conversar com a menina.

A conselheira apurou com a menina que ela havia sido abusada por 14 homens durante uma festa no bairro Vila Mirim, em Praia Grande. A vítima contou que não os conhecia e não soube dizer se eles usaram preservativo. "Ela me disse que rolou muita bebida na festa. Ela tem 11 anos, vai pela cabeça dos outros, é muito influenciada", conta a mulher que abrigou a vítima.

De acordo com informações da polícia, após a constatação do estupro, a criança foi encaminhada para o Conselho Tutelar, onde permanece sob a guarda do órgão. "Ela passou na minha casa e pegou algumas roupas. Não conversei mais com ela pois a conselheira veio junto e não nos sentimos muito à vontade", conta.

A mãe da menina foi procurada pelo Conselho Tutelar, mas segundo informações da polícia, ela está internada em um hospital da cidade com problemas de saúde. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil que, até o momento, não sabe quem são os homens responsáveis pelo crime. As circunstâncias do estupro devem ser apuradas pela Delegacia da Mulher da cidade.

Em contato com o G1, a Prefeitura de Praia Grande confirmou que a criança foi atendida no PS Quietude e, em seguida, encaminhada ao Serviço de Acolhimento do Município, onde está recebendo os cuidados cabíveis em relação à saúde e proteção. A administração municipal também prometeu ceder imagens de câmeras de monitoramento à Polícia Civil assim que o local exato do crime for revelado pelas autoridades.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 16 de Outubro de 2018
Segunda, 15 de Outubro de 2018
11:00
Mundo Fitness
09:00
Santo do Dia
Domingo, 14 de Outubro de 2018
11:00
Mundo Fitness
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)