Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/04/2004 10:08

Medidores de prótese mamária são retirados do mercado

Agência Saúde

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou hoje, no Diário Oficial da União, resolução que determina a interdição cautelar de medidores (moldes) de prótese mamária de silicone comercializados no país. A medida tem caráter temporário.

A interdição foi motivada pela notificação de 25 casos de infecção em pacientes que se submeteram a cirurgias de implante de prótese mamária de silicone nos municípios de Campinas (SP), Jundiaí (SP) e Goiânia (GO). Dos 25 casos relatados à Anvisa e à Vigilância em Saúde de Campinas, 23 são de pacientes em Campinas, uma em Jundiaí e uma em Goiânia. Em dez deles foi detectada, por meio de exames laboratoriais, a contaminação pela bactéria Mycobacterium fortuitum. Também foi confirmada a contaminação de uma paciente pela bactéria Mycobacterium porcinum e outra pela bactéria Staphylococcus aureus.

Ainda não é possível afirmar a causa das infecções. Entretanto, as primeiras ações preventivas foram voltadas para o medidor pela forma como são manipulados e pelo fato de serem comumente reutilizáveis. A Anvisa recebeu as primeiras notificações em dezembro de 2003, divulgou alerta técnico sobre possíveis riscos, enfatizando o papel dos profissionais de saúde na identificação de possíveis ocorrências e comunicação à Anvisa. Desde então, a agência vem realizando uma investigação criteriosa sobre o fato.

O registro de produtos para saúde deve atender a critérios definidos pela Lei 6.360/76, e pela Resolução RDC nº 185/01. De acordo com a RDC 185, todos os produtos correlatos, o que inclui tanto as próteses quanto os medidores, devem ter registro na Anvisa para que possam ser comercializados.

Os profissionais de saúde devem suspender o uso dos medidores enquanto vigorar a resolução. Distribuidores e fabricantes deverão retirar os produtos do mercado, sob pena de serem autuados de acordo com a Lei nº 6.437/77, que prevê de notificação a multas que variam de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)