Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

02/04/2008 18:08

Médico do Exército morre no Rio por causa da dengue

Alana Gandra/ABr

Rio de Janeiro - Um médico do Exército é a primeira morte registrada nas Forças Armadas por causa da dengue no Rio de Janeiro. O tenente médico Daniel Lins, 27 anos, morreu ontem (1º) com dengue hemorrágica. Ele faria 28 anos no próximo mês. A informação é da família do militar.


A prima do militar, a jornalista Sabrina Gouveia, afirmou hoje (2) à Agência Brasil que Daniel teve a dispensa recusada pelo oficial superior.

“Ele ia esta semana para a tenda [de hidratação] do Exército. Como estava passando mal, ficou no quartel. Mas trabalhou normalmente no quartel como médico, chegou a fazer remoção de soldado passando mal, sem condições. E o superior não liberou ele, mesmo passando mal”, afirmou.

Além da dengue hemorrágica, foi constatado que Daniel Lins estava com pneumonia. “Ele já estava vomitando sangue”.

Sabrina Gouveia disse que o Exército também se recusou a fazer o atendimento médico ao militar.

“Recusaram a dispensa dele passando mal e recusaram atendimento”.

O corpo do oficial está sendo velado no Cemitério Jardim da Saudade, em Mesquita, Baixada Fluminense, onde será enterrado esta tarde.

Procurada pela reportagem, a assessoria de comunicação do Comando Militar do Leste confirmou apenas que um tenente do Exército havia morrido “de ontem para hoje”. Não foi confirmado, no entanto, se a morte teria sido por dengue. A Agência Brasil aguarda também esclarecimento sobre a possível recusa de atendimento médico ao militar falecido.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)