Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/03/2007 13:30

Medicamentos podem ser reajustados em até 3,02%

Yara Aquino/Agência Brasil

A partir do dia 31 deste mês, os preços de cerca de 20 mil medicamentos serão reajustados de acordo com três faixas: até 1%, até 2,01% e até 3,02%. Dados do Ministério da Saúde apontam que aproximadamente 66% dos remédios comercializados no país estão na faixa que terá aumento de 1%.

Esse reajuste segue uma lei de 2003 (Lei 10.742/2003) que permite um aumento por ano. Assim, os preços deverão permanecer inalterados até março de 2008. No ano passado, os índices ficaram entre 3,64% e 5,51%.

Os laboratórios e distribuidoras de medicamentos que descumprirem os limites permitidos podem ser multados em valores que chegam a R$ 3,2 milhões. “Não vamos admitir, não vamos permitir em hipótese alguma nenhum tipo de aumento abusivo que burle o que está regulamentado na lei”, afirma o ministro da Saúde, Agenor Álvares.

Os índices de reajuste são estabelecidos pela Câmara de Regulação de Mercado de Medicamentos (CMED) com base no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), entre outros critérios. O percentual máximo para o reajuste, de 3,02%, corresponde ao IPCA acumulado nos últimos 12 meses.

Os medicamentos fitoterápicos (feitos de plantas), homeopáticos e os que são citados pelas resoluções 5/2003 e 3/2004 não estão submetidos aos referidos percentuais de reajuste.

A autorização para o reajuste será publicada no Diário Oficial da União de amanhã (14).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)