Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/12/2009 16:25

Médica alerta sobre falso entendimento do uso do filtro

Paula Laboissière , Agência Brasil
Roosewelt Pinheiro/ABrRoosewelt Pinheiro/ABr

Brasília - Durante a 11ª Campanha Nacional de Prevenção do Câncer de Pele – realizada hoje (5) pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) – a coordenadora de câncer de pele da Secretaria de Saúde do Ditrito Federal, Roula Kozak, alertou para o que chama de “falso entendimento” em relação ao uso do filtro solar.

“Não adianta usar o protetor e exagerar no sol. É como fazer muita ginástica e depois comer bolo de chocolate”, explicou. Segundo ela, a população deve evitar tanto a exposição prolongada ao sol quanto a exposição recorrente, feita diversas vezes, já que a ação do sol tem efeito cumulativo.

O objetivo da campanha, de acordo com a dermatologista, é orientar e prevenir a população, além de fazer a detecção precoce do câncer de pele. O paciente que procurar um dos postos espalhados em 23 estados brasileiros passa por um atendimento dermatológico completo e sai com prescrição de medicamentos ou mesmo com um pedido de cirurgia para remoção de lesões duvidosas.

É o caso da auxiliar administrativa Andréia Marçal que, apesar de ter pele muito branca, sempre insistiu em pegar um bronzeado. Aos 38 anos e com uma lesão próxima ao nariz que não cicatrizava, ela recebeu o diagnóstico de carcinoma – o tipo mais comum de câncer de pele e com mais chances de cura.

A cirurgia de Andréia foi marcada pela própria equipe da campanha para a próxima segunda-feira (7). Mas mesmo após a remoção da lesão, é preciso ficar de olho porque a chance de reincidência ou de novas lesões é maior para quem já teve a doença. Depois do diagnóstico, a paciente passou a usar filtro solar diariamente – inclusive em dias de chuva.

“A gente, às vezes, não dá importância e isso passa despercebido no corre-corre do dia a dia. A coisa é bem mais séria. Eu não queria ficar morena, mas queria um bronzeado e judiei demais da minha pele. Se soubesse, não teria sido assim”, contou.

Em Brasília, o atendimento dermatológico gratuito é feito no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e no Hospital Universitário de Brasília (HUB) das 8h às 16h. Para mais informações, basta ligar no número 0800 701 3187.

Estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam o câncer de pele como o de maior incidência no Brasil desde 2005. Quem quiser saber mais sobre a doença e sobre o autoexame deve acessar o site www.inca.gov.br.

Edição: Graça Adjuto

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)