Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/10/2004 14:57

MEC:Expansão de faculdades privadas avaliadas com rigor

Assessoria/MEC

O professor José Vieira Souza, da Universidade de Brasília (UnB), atribuiu à política educacional adotada entre 1995 e 2002 o crescimento exagerado no número de faculdades privadas nos últimos anos. Segundo ele, houve excesso de estímulo à expansão da rede particular e pouco investimento na universidade pública naquele período. Para reverter o quadro, o Ministério da Educação tem sido mais rigoroso no processo de abertura de instituições e cursos, além de exigir qualidade no ensino oferecido.


“Há no MEC, hoje, cerca de oito mil solicitações de credenciamento, autorização de cursos e reconhecimento de instituições. Só para abertura de faculdades, 700 pedidos estão em análise”, disse o chefe de gabinete, Ronaldo Teixeira.


De 1968 a 1993, havia apenas 13 faculdades privadas no Distrito Federal. Em 2001, já eram 63. Enquanto o crescimento da rede privada no Brasil, de 1995 a 2001, foi de 76,6%, na capital federal o índice atingiu 384%. Ou seja, cinco vezes mais.


A autorização para o funcionamento é dada depois de uma avaliação criteriosa do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da faculdade, de suas obrigações como instituição superior e das condições estruturais que ela oferece. Além disso, o ministro da Educação, Tarso Genro instituiu, este ano, duas portarias para controlar a expansão da educação superior: uma exige a análise das necessidades sociais da região para abertura de cursos; outra leva em consideração projetos pedagógicos inovadores que contribuem para o desenvolvimento regional.


Outro mecanismo utilizado pelo MEC é o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), que analisa a instituição, o aluno e os cursos oferecidos. “A diferença do Sinaes para o antigo Provão é que vamos avaliar não só o estudante, mas a instituição e seu curso”, explica Ronaldo Teixeira. Segundo ele, com o novo sistema de avaliação, o ministério terá acesso a uma visão global do processo educacional oferecido por cada instituição de ensino superior.


Repórter: Flavia Nery

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)