Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/11/2006 13:03

MEC estuda criar fundo para educação técnica

Agência Brasil

O secretário de educação profissional e tecnológica do MEC, Eliezer Pacheco, discursa na solenidade de premiação do primeiro colocado no Prêmio Técnico Empreendedor MEC/Sebrae 2006.

Brasília - O Ministério da Educação estuda a possibilidade de criar um fundo para financiar o ensino técnico, que se chamaria Fundep. Serviria para financiar as redes federal, estadual e municipal. Essa foi uma das principais propostas discutidas na 1ª Conferência Nacional de Educação Profissional e Tecnológica, encerrada ontem (8).

O secretário de educação profissional e tecnológica do Ministério da Educação, Eliezer Pacheco, explicou que o estado "não tem uma política de financiamento da educação profissional" e que a criação do Fundep seria uma forma de "investir no ensino profissionalizante e melhorar a infra-estrutura das redes de ensino". No entanto, afirma que a origem dos recursos ainda está em debate.

Segundo a coordenadora do Fórum Nacional de Gestores Estaduais de Educação Profissional, Edna Batistotti, o financiamento é uma questão chave e sem ele não é possível dar continuidade aos trabalhos. "A partir dessa discussão, vai ser possível criar uma política pública que concentre os esforços na educação técnica. As escolas da rede estadual são as que apresentam mais deficiências, e isso deve ser olhado com cuidado" destacou.

A coordenadora acha que as discussões foram "produtivas", já que pela primeira vez o ensino profissionalizante foi o centro do debate. O próximo passo, na avaliação dela, é levar o documento com as reivindicações dos professores, diretores e alunos ao conhecimento da sociedade.

A integração com o Sistema S, formado por Sesc, Senac, Sesi, Senai e Sebrae, também foi debatida. "É de consenso dos participantes que o sistema ofereça suporte às redes públicas de educação" afirmou o secretário Eliezer Pacheco.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)