Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/02/2010 08:50

Mato Grosso entra em alerta contra epidemia da Dengue

Redação 24 Horas News

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso divulga dados sobre a dengue referentes a terceira semana de fevereiro do ano de 2010. Até esta quinta-feira (17.02) a notificação é de 15.362 casos da doença. Desse total, 387 foram notificados como casos graves de Dengue.

O total de notificações até o momento de óbitos por dengue é de 17 casos. Desses óbitos, 08 foram confirmados e 09 estão sob investigação. Os números são da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da SES/MT.

O Ministério da Saúde confirmou que há epidemia de dengue em municípios de cinco Estados do País - Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Acre, Roraima e Goiás. Ainda segundo a pasta, com a maior movimentação de pessoas no carnaval, há maior risco de que a doença - até agora concentrada em áreas de menor densidade populacional - se espalhe.

"Há sempre o risco de o carnaval mudar o comportamento da epidemia", afirmou o coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue do Ministério da Saúde, Giovanini Evelim Coelho.

As autoridades da saúde consideram que há epidemia quando a incidência da doença atinge 300 casos por 100 mil habitantes. No início do mês, o governo federal já havia alertado sobre o risco de epidemia por causa da volta do vírus tipo 1 da dengue, que não circulava havia dez anos. A ausência de infecções pelo sorotipo faz com que muitas pessoas, principalmente crianças, ainda não estejam imunizadas contra ele, o que facilita o crescimento de casos.

Segundo a pasta, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Roraima, Tocantins e Piauí são os locais de maior risco por já terem a predominância do "novo" vírus. De acordo com Coelho, um fato tranquilizador é que não houve registros de aumentos significativos da doença em São Paulo, Rio, Salvador, Fortaleza ou Belo Horizonte.

A capital do Estado de Mato Grosso tem até o momento a notificação de 1.443 casos de Dengue. Desses, 91 foram notificados como casos graves da doença. Até a data de hoje, foram notificados 02 óbitos, sendo 01 caso confirmado como sendo de dengue e 01 óbito está sob investigação. Várzea Grande- Até o momento, a notificação é de 1.018 casos de dengue.

Desse número, 78 foram notificados como casos graves da doença. Foram registrados até o momento, 05 óbitos, sendo 01 óbito confirmado como Dengue e 04 casos estão sob investigação.

ÓBITOS NOS DEMAIS MUNICÍPIOS- Os municípios que tiveram a notificação de óbitos por Dengue até o momento foram: Colniza (01 caso sob investigação), Diamantino (01 caso confirmado), Lucas do Rio Verde (01 caso sob investigação), Poconé (01 caso sob investigação), Primavera do Leste (02 casos confirmados), Rondonópolis (02 casos confirmados), Sinop (01 caso confirmado) e Sorriso (01 caso sob investigação).

A Secretaria de Estado de Saúde apresenta a série histórica de notificações e incidência de dengue do ano de 2000 a 2009. No ano de 2000, o Estado apresentou notificação de 6.844 casos; 2001- 4.531; 2002- 14.988; 2003- 13.709; 2004- 4.244; 2005- 10.906; 2006- 16.123; 2007- 20.712; 2008- 11.641; 2009- 60.000.

O Estado permanece em alerta para as notificações da dengue, principalmente nesse período chuvoso. O importante é que os municípios coloquem em prática o Plano Estadual de Contingência de Combate a Dengue e a população observe os alertas sobre as medidas de prevenção e principalmente na eliminação dos criadouros.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO- Manter a caixa d’água, tonéis e barris ou outros recipientes que armazenam água, totalmente tampados e limpos na sua parte interna (lavados com escova e sabão semanalmente). Deve-se remover tudo o que possa impedir a água de correr pelas calhas e não deixar a água da chuva acumular sobre as lajes. No caso dos vasos de plantas, encher de areia, até a borda, os pratinhos dos vasos. Se não tiver colocado areia no pratinho da planta, lavar o mesmo com escova, água e sabão, pelo menos uma vez por semana, fazendo o mesmo com vasos de plantas aquáticas. Jogar no lixo todo objeto que possa acumular água, como potes, latas e garrafas vazias. Colocar o lixo em sacos plásticos, fechar bem esses sacos e deixá-los foram do alcance de animais. Manter lixeiras bem fechadas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)