Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

27/03/2015 15:29

Mato Grosso do Sul tem 72 casos de acidentes com escorpiões em três meses

Notícias MS

Mato Grosso do Sul já teve 72 ataques de escorpiões nos primeiros três meses deste ano. Os dados são do Centro Integrado de Vigilância Toxicológica (Civitox).

O número é considerado elevado. Para evitar acidentes provocados por estes tipos de animais peçonhentos, o Centro está alertando à população.

De acordo com o Civitox, é importante nivelar as calçadas, pisos, paredes e portas para evitar o alojamento de escorpiões; colocar de barreiras de proteção na base das portas para evitar que o inseto tenha acesso ao interior do domicílio; observar as toalhas de banho e calçados antes de utilizá-los; afastar as camas cerca de 10 cm das paredes; e guardar os calçados e chinelos em locais apropriados, para evitar que permaneçam no chão quando não utilizados.

Outras dicas importantes são: limpar periodicamente as caixas de gordura e de energia elétrica e o ar-condicionado; colocar uma tela de proteção nos berços; evitar ir descalço ao banheiro e, no período noturno, acender as luzes e observar o assento do vaso sanitário e o local onde está o papel higiênico, antes de utilizá-los; tomar banho usando chinelo de dedos; tampar sempre as latas de lixo e utilizar sacos plásticos, evitando restos de alimento expostos que podem atrair a presença de insetos (baratas, grilos, etc) e aranhas, que são alimentos para o escorpião;

Em caso de plantas trepadeiras próximas às janelas, é ideal fazer o uso de uma tela de proteção. Também é importante não exterminar as lagartixas e outros predadores, como as corujas e os sapos. Ao limpar os jardins, quintais e terrenos, não revire as folhagens, pedras, madeira e outros materiais diretamente com as mãos (use luvas e revire os objetos com um pedaço de madeira). Mantenha a casa livre de insetos, de lixo e materiais entulhados. Os quintais e os terrenos devem permanecer limpos e em bom estado de organização.

De acordo com o coordenador do Civitox, Carinston da Costa, o aparecimento dos escorpiões nesta época do ano está associado a sazonalidade, ou seja, o calor e a umidade são os fatores que mais contribuem para o aparecimento deste tipo de animal peçonhento. “Em Campo Grande temos mais um agravante, o fato de termos os córregos canalizados no centro da cidade”, explicou.

Ainda segundo o coordenador em casos de acidentes com animais peçonhentos e envenenamentos, o Civitox pode e deve ser informado através dos telefones 0800 722 6001 (gratuito) e (67) 3386-8655, que funcionam 24 horas.

O Civitox

O Civitox é um órgão estadual da área da saúde que mantém um serviço de plantão 24 horas com o objetivo de prestar informações específicas sobre intoxicação em caráter de urgência para profissionais da saúde e de caráter educativo e preventivo para a população. Além dessas atribuições, o Centro também acompanha a evolução de pacientes vítimas de intoxicação, realiza cursos para profissionais da área da saúde e público em geral; coleta dados de acidentes notificados para emissão de relatórios e identifica animais peçonhentos e plantas tóxicas.

O Centro é formado por uma equipe multiprofissional de saúde que atende com fundamentação científica e ainda contribui para a identificação e classificação das espécies de escorpiões no Estado. O Civitox orienta que a população em situação de risco solicite o auxílio do setor responsável pelo controle dos escorpiões do seu município, onde o profissional responsável realizará a coleta do exemplar do escorpião que será devidamente encaminhado para o Centro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)