Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/02/2007 14:39

Mato Grosso do Sul registra 470 casos de dengue por dia

A cada três minutos surge uma notificação sobre dengue em Mato Grosso do Sul. Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde, são quase 470 casos/dia. E não há previsão para redução desse avanço, de acordo com a titular da pasta, Beatriz Dobashi, explicando que "uma pessoa que é picada pelo Aedes aegypti hoje pode demonstrar os sintomas depois de cinco dias".

O motivo do aumento dos casos é a falta de prevenção e as contínuas chuvas que desabam sobre o Estado. Os ovos do mosquito transmissor da dengue são depositados durante o período seco em qualquer lugar onde possa acumular água. E a eclosão pode demorar até um ano. Entre esses locais estão as belas bromélias. Cada folha possui um deposito de água, junto ao caule.

Os vereadores de Campo Grande, onde estão sendo registradas 60% das ocorrências do gênero, tentaram ontem votar um projeto de lei, disciplinando o comércio e produção da planta. Depois de muitas discussões, o projeto ficou para ser analisado no próximo dia 10.

Lixo em terrenos baldios, imóveis desocupados ou abandonados também facilitam a proliferação. Os vereadores também tentaram aprovar uma lei, fixando multas que variam entre R$ 100,00 e R$ 800,00 para quem tiver imóveis com focos de Aedes aegypti. A votação seria no último dia 6, mas os proprietários em líderes do setor imobiliários fizeram pressão e o projeto não foi votado. Ficou para o próximo dia 10.

Em Três Lagoas, região leste do MS, na divisa com São Paulo, a Justiça entrou na questão e não espera novas leis para agir. O juiz da 4ª Vara Cível, Márcio Rogério Alves, autorizou a prefeitura do município a permitir a entrada de agentes de saúde em imóveis fechados, casas para locação, terrenos baldios e até mesmo em residências em que o morador não permita o acesso. O magistrado determinou ainda que um oficial de justiça, um policial e um chaveiro acompanhem as 'invasões' junto com os agentes de saúde.

Fonte: Agência Estado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)