Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/02/2011 20:02

Mato Grosso do Sul recebe status internacional de zona livre de aftosa

Danilo Macedo, Agência Brasil

Brasília – Mato Grosso do Sul volta a ser, a partir de hoje (4), reconhecido como totalmente livre de febre aftosa, com vacinação, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Desde 2005, quando foi detectado um foco da doença numa propriedade rural do município de Japorã, na fronteira com o Paraguai, parte do estado foi classificada como zona de alta vigilância.

Com a medida, informada hoje pela OIE à Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, 13 municípios da fronteira do Brasil com o Paraguai e a Bolívia – como Japorã, Corumbá e Ponta Por㠖 passam a ter o status de livre de aftosa com vacinação. O governo brasileiro já tinha concedido essa classificação à região desde 2008, mas o anúncio de hoje tem reconhecimento internacional.

A área reconhecida pela OIE tem uma criação de 800 mil bovinos e búfalos, em cerca de 5,9 mil propriedades rurais. Segundo o Ministério da Agricultura, para conceder o novo status, a organização internacional considerou o trabalho dos fiscais agropecuários, o sistema de identificação dos animais, o controle de vacinação e a presença de postos de fiscalização.

O único estado brasileiro reconhecido como livre de aftosa sem vacinação é Santa Catarina. Além de Mato Grosso do Sul, mais 15 têm o status de livre da doença com vacinação, enquanto 11 não têm o reconhecimento ou o status foi dado apenas para parte do estado, como o Pará e o Amazonas.

Edição: Lana Cristina

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)