Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/01/2010 07:14

MATO GROSSO DO SUL: Casos de dengue disparam no Estado

Agência do Rádio

O cenário da dengue em Mato Grosso do Sul é preocupante. Só em 2009, foram vinte e três mil casos no estado. De acordo com a Secretaria de Saúde, a região sofreu com duas epidemias no ano passado. Uma em junho, que começou na Bolívia, e outra no mês de dezembro, quando uma área de foco do mosquito se estendeu por toda a capital, Campo Grande. O diretor de Vigilância em Saúde, Eugênio Barros, explica por que há tantos criadouros do inseto em Mato Grosso do Sul.


"As pessoas sujam as nossas cidades. Você encontra lixo espalhado em tudo quanto é lugar, mesmo havendo a coleta; em bairro rico, mediano, em bairro pobre, periférico. Tem que se fazer com que a população tenha um hábito rigoroso de higiene da sua cidade. De manter as suas cidades limpas, sem espalhar criadouros, sem espalhar vasilhas e coisas do gênero, que permitem uma criação do Aedes."

Os agentes de saúde estão visitando as casas em Mato Grosso do Sul para verificar se existem criadouros do mosquito da dengue. Eles orientam a população sobre o combate ao inseto. O secretário estadual de Saúde diz que a assistência aos doentes também foi reforçada.



"Hoje a gente se esforça muito, conhece melhor a doença e se treinou muitos médicos, inclusive o Ministério da Saúde fez um material muito bonito e mandou para tudo quanto é médico do País; então a gente acha que o manejo clínico da doença hoje é mais conhecido. E a expectativa é que não haja tantos casos graves mesmo havendo essas epidemias em diversos estados do País."

Entre as ações no combate à doença está a Gincana contra a Dengue, realizada em Campo Grande. Durante todo o ano, várias equipes de voluntários promovem mutirões para a limpeza dos bairros, praças e parques. Essas equipes recebem uma pontuação pelas atividades e no final do ano quem somar mais pontos recebe um prêmio no valor de cem mil reais. A dengue é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que põe ovos em locais onde há água limpa e parada acumulada.

Reportagem, Fabiana Pelles


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)