Cassilândia, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

Últimas Notícias

30/03/2016 13:30

Mato Grosso confirma primeira morte por H1N1 no estado este ano

Agência Brasil

 

A Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso confirmou hoje (30) a primeira morte de uma pessoa infectada pelo vírus H1N1 no estado este ano. A vítima, um homem de 73 anos, morava em Cuiabá e morreu no dia 20 de fevereiro, após passar nove dias internado em um hospital da capital. O resultado dos exames laboratoriais confirmando a gripe A (H1N1) como a causa da morte só ficaram prontos dias depois e só hoje a secretaria tornou público o caso. O nome da vítima não foi divulgado.

Mais 34 casos suspeitos foram notificados desde janeiro. Cinco foram descartados. Os demais estão em análise. A assessoria da Secretaria de Saúde informou à Agência Brasil que, até o momento, não cogita antecipar a campanha de vacinação contra a doença, preferindo seguir a campanha nacional do Ministério da Saúde, que terá inicio no dia 30 de abril.

Outros estados

Geralmente, os surtos de H1N1, um dos tipos da Influenza A, acontecem a partir de junho, com a chegada do inverno, mas, este ano, casos graves da doença começaram a ser registrados mais cedo e passaram a ser verificados em várias partes do país.

Em Santa Catarina, foi confirmado mais um óbito causado pela gripe A. A morte de um homem de 46 anos, em Brusque, é a quarta morte provocada pela doença registrado no estado este ano.

Em São Paulo, até o último dia 22, já haviam sido confirmadas 38 mortes por complicações atribuídas ao vírus H1N1 – de um total de 42 óbitos causados por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). O elevado número de casos levou a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo a antecipar para a próxima semana o início da vacinação de 532,4 mil profissionais de saúde de hospitais públicos e privados da capital e da região metropolitana.

Em Goiás, o secretário estadual de Saúde, Leonardo Vilela, reconheceu, ontem (29), que a cidade de Rio Verde, a 220 quilômetros de Goiânia, enfrenta “um surto” de casos suspeitos de Síndrome Respiratória Aguda Grave – da qual, a manifestação mais grave é a gripe A (H1N1). Vince e cinco mil doses da vacina contra a influenza utilizada na campanha de 2015 estão sendo distribuídas para os postos de saúde de Rio Verde a fim de que seja realizada a vacinação emergencial.

Sintomas

Os principais sintomas da gripe A (H1N1) são febre alta, tosse, dor no corpo, dor de cabeça e indisposição. Segundo especialistas, é importante adotar alguns cuidados de higiene básicos para evitar a propagação da doença, como lavar as mãos regularmente, usar álcool em gel e evitar aglomerações sempre que possível.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Maio de 2018
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)