Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

28/11/2007 16:10

Matadores de jornalista condenados a 25 anos de prisão

Nadyenka Castro/Campo Grande News

O juiz Ivo Salgado da Rocha, da 3ª Vara Criminal de Campo Grande, condenou na última segunda-feira (26 de novembro), os envolvidos no latrocínio contra o jornalista André Luiz da Costa Felipe. A condenação saiu após um ano e 10 meses do crime.

Ronaldo Everaldo Ferreira Marinho e Bruno da Silva Galvão pegaram as condenações maiores. Ambos foram condenados a 25 anos e seis meses de prisão em regime fechado pelos crimes de latrocínio e ocultação de cadáver, mais pagamento de multa. Foram eles que levaram André até a saída para Rochedo, amarraram as mãos dele, deram os cinco tiros que atingiram a cabeça do jovem e jogaram o corpo em uma vala.

Na época do crime, fim de janeiro de 2006, Marinho e Galvão eram soldados do Exército Brasileiro e haviam combinado de sair com o jornalista, que os pegou no bairro Tijuca. De lá seguiram para saída para Rochedo. No trajeto, os autores tomaram a direção do veículo do jornalista e o amarraram.

Após matar o jornalista, os dois seguiram para a região onde moravam, roubaram aparelho de som e outros objetos do carro. Pela manhã o veículo foi abandonado no anel rodoviário entre as saídas para Sidrolândia e São Paulo. Os autores ainda tentaram queimar o carro.

Eles não podem recorrer em liberdade, assim como Alcizino Valério dos Santos Júnior e Allan Bruno Gonçalves Ribeiro. Todos envolvidos no roubo de objetos do carro.

Alcizino foi quem emprestou o revólver calibre 32 de onde saíram os disparos. Ele foi condenado a 10 anos e nove meses de prisão pelos crimes de roubo e receptação. Allan Bruno, quem escondeu o carro, foi condenado a dois anos de prisão por receptação. Eles também terão que pagar multa e o regime é o fechado.

Os produtos tirados do veículo estavam com Vinícius Torres, para serem vendidos. Ele pegou um ano e seis meses em regime aberto pelo crime de receptação. A pena dele será paga em serviços prestados à comunidade, mais pagamento de multa.

O crime aconteceu na noite de 4 de fevereiro, um sábado. O carro foi encontrado, após denúncias, no dia seguinte. Na segunda-feira os dois principais autores foram presos e à noite levaram a Polícia Civil até o local do crime, onde o corpo foi encontrado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)