Cassilândia, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

Últimas Notícias

28/11/2007 16:10

Matadores de jornalista condenados a 25 anos de prisão

Nadyenka Castro/Campo Grande News

O juiz Ivo Salgado da Rocha, da 3ª Vara Criminal de Campo Grande, condenou na última segunda-feira (26 de novembro), os envolvidos no latrocínio contra o jornalista André Luiz da Costa Felipe. A condenação saiu após um ano e 10 meses do crime.

Ronaldo Everaldo Ferreira Marinho e Bruno da Silva Galvão pegaram as condenações maiores. Ambos foram condenados a 25 anos e seis meses de prisão em regime fechado pelos crimes de latrocínio e ocultação de cadáver, mais pagamento de multa. Foram eles que levaram André até a saída para Rochedo, amarraram as mãos dele, deram os cinco tiros que atingiram a cabeça do jovem e jogaram o corpo em uma vala.

Na época do crime, fim de janeiro de 2006, Marinho e Galvão eram soldados do Exército Brasileiro e haviam combinado de sair com o jornalista, que os pegou no bairro Tijuca. De lá seguiram para saída para Rochedo. No trajeto, os autores tomaram a direção do veículo do jornalista e o amarraram.

Após matar o jornalista, os dois seguiram para a região onde moravam, roubaram aparelho de som e outros objetos do carro. Pela manhã o veículo foi abandonado no anel rodoviário entre as saídas para Sidrolândia e São Paulo. Os autores ainda tentaram queimar o carro.

Eles não podem recorrer em liberdade, assim como Alcizino Valério dos Santos Júnior e Allan Bruno Gonçalves Ribeiro. Todos envolvidos no roubo de objetos do carro.

Alcizino foi quem emprestou o revólver calibre 32 de onde saíram os disparos. Ele foi condenado a 10 anos e nove meses de prisão pelos crimes de roubo e receptação. Allan Bruno, quem escondeu o carro, foi condenado a dois anos de prisão por receptação. Eles também terão que pagar multa e o regime é o fechado.

Os produtos tirados do veículo estavam com Vinícius Torres, para serem vendidos. Ele pegou um ano e seis meses em regime aberto pelo crime de receptação. A pena dele será paga em serviços prestados à comunidade, mais pagamento de multa.

O crime aconteceu na noite de 4 de fevereiro, um sábado. O carro foi encontrado, após denúncias, no dia seguinte. Na segunda-feira os dois principais autores foram presos e à noite levaram a Polícia Civil até o local do crime, onde o corpo foi encontrado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Maio de 2018
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)