Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/01/2006 15:02

Marinho descarta aumento e antecipação do mínimo

Luciana Vasconcelos/ABr

O ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, disse hoje (12) que não é possível, ao mesmo tempo, reajustar o salário mínimo para R$ 350,00, antecipar de maio para março e reajustar a tabela do Imposto de Renda Pessoa Física em 10%.

"Eu diria que, desse jeito formulado, não é possível. O impacto no Orçamento seria de uma ordem de grandeza impossível de ser incorporada integralmente", afirmou Marinho, na Câmara dos Deputados onde foi se encontrar com o presidente da casa, Aldo Rebelo (PCdoB-SP).

O ministro participou ontem (11) de reunião com representantes de centrais sindicais. No encontro, os sindicalistas propuseram passar dos R$ 300 atuais para R$ 360, mas, como a proposta não foi aceita, as centrais apresentaram outra opção: que o mínimo fique em R$ 350, porém, com pagamento a partir de março e não em maio.

Segundo Luiz Marinho, a antecipação custaria cerca de R$ 2 bilhões aos cofres públicos. "Nós estamos fazendo todos os cálculos, refazendo tudo, olhando e vendo o impacto que isso dá no orçamento. Isso impacta mais de R$ 2 bilhões. Então, me parece não ser possível, mas quem vai tomar essa decisão é o presidente Lula", afirmou. Na próxima quinta-feira (19), o ministro se encontra com o presidente para discutir o reajuste do salário mínimo.

Marinho considerou boa a reunião realizada com as centrais e disse que está sendo fechado um acordo. "O resultado da reunião caminha para um ponto possível para chegarmos a um acordo", ressaltou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)