Cassilândia, Quinta-feira, 25 de Maio de 2017

Últimas Notícias

27/06/2006 08:47

Marcos Valério pede habeas corpus ao STF

STF

O publicitário Marcos Valério e as administradoras de empresa Simone Reis Lobo de Vasconcellos e Geiza Dias dos Santos pedem, liminarmente, ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspensão das audiências marcadas pela Polícia Federal de Brasília para prestarem esclarecimentos no Inquérito 2245 (Inquérito do mensalão), marcada para o próximo dia 28 de junho.

O pedido foi feito no Habeas Corpus (HC 89167) impetrado contra decisão do ministro Joaquim Barbosa, relator do Inquérito do “mensalão”. Barbosa, ao se pronunciar sobre manifestação do procurador-geral da República, deferiu a remessa de cópia integral do inquérito ao diretor-geral da Polícia Federal para a continuidade das investigações, pelo prazo de 30 dias. Este HC será analisado pelo ministro Carlos Ayres Britto.

O advogado dos investigados alega que, para dar cumprimento à decisão do ministro Barbosa, o delegado da Polícia Federal intimou os acusados para prestarem esclarecimentos sobre o Inquérito. Para a defesa, essa situação processual é inédita, pois ao mesmo tempo há a tramitação do mesmo Inquérito tanto no STF quanto na Polícia Federal.

O advogado observa que Marcos Valério, Simone Vasconcellos e Geiza Dias estão recebendo notificação do Supremo para apresentar resposta à denúncia oferecida com base no inquérito, assim como foram intimados para prestarem esclarecimentos no inquérito na Polícia Federal “que deveria estar encerrado com a propositura da ação penal”.

A defesa sustenta que após o oferecimento da denúncia, a atividade investigatória está encerrada. Assim, a intimação dos acusados para prestarem esclarecimentos constitui “manifesto constrangimento ilegal”, por violação ao princípio constitucional do devido processo legal. No mérito, os advogados pedem a manutenção da liminar.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 25 de Maio de 2017
Quarta, 24 de Maio de 2017
14:40
Cassilândia
13:00
Dicas de segurança
10:00
Receita do Dia
Terça, 23 de Maio de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)