Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/07/2005 09:59

Marcos Valério diz que é um "brasileiro normal"

Agência Senado

Ao depor nesta quarta-feira (6) na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que examina denúncias de corrupção na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), o publicitário Marcos Valério, acusado pelo deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) de ser o operador do mensalão, informou que tem empresas com até 25 anos de atuação e que tudo o que possui está declarado no Imposto de Renda. O publicitário destacou que tem família, dois filhos, e que é "um brasileiro normal".

Instado por parlamentares a fazer uma exposição inicial na CPI dos Correios, Marcos Valério disse que falou à imprensa duas vezes apenas, por pressão da família, e que mesmo assim teve suas declarações "distorcidas". Disse que foi "julgado, massacrado pela mídia". O publicitário acrescentou que, mesmo tendo o direito de calar-se, iria colaborar com os parlamentares.

Antes do depoimento, o presidente da CPI, senador Delcidio Amaral (PT-MS), leu o texto do habeas corpus preventivo concedido pelo Supremo Tribunal Federal e que protege o depoente, garantindo seu direito constitucional de manter-se em silêncio para não se incriminar. Delcidio leu os direitos constitucionais do depoente, incluído o de não se incriminar, e apoiou a posição da deputada Juíza Denise Frossard (PPS-RJ) de que o silêncio não pode ser interpretado e que deve haver muita cautela na atuação parlamentar no que se refere a pedidos de prisão.

Um pedido de reconsideração do habeas corpus foi apresentado pelo PFL, conforme informou, durante a reunião, o deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (PFL-BA). Ainda em relação a essa questão, o deputado Eduardo Paes (PSDB-RJ) leu documento pedindo que, se Marcos Valério "faltar com a verdade, mentir ou omitir a verdade", depois de julgado o mérito, pelo Supremo, da liminar que protege o publicitário, a CPI solicite ao Ministério Público a prisão do publicitário.

Já o relator da CPI, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), disse que, de acordo com o depoimento de Marcos Valério, poderá ser solicitada sua prisão preventiva. O relator informou ainda que a acareação entre Marcos Valério e sua ex-secretária Fernanda Karina Somaggio será necessária apenas se os depoimentos deles apresentarem divergências.

A partir de questionamento formulado pelo relator, Marcos Valério apresentou dez empresas nas quais consta seu nome. As duas mais importantes - DNA e SMP&B - estão no nome da mulher de Marcos Valério. O publicitário informou ter transferido as empresas para o nome da mulher porque havia "brigado com o ex-sócio" e disse que nunca passou de volta para o próprio nome as empresas porque a mulher teria medo de que ele se separasse dela.

Ainda hoje, deverá ser tomado, também, o depoimento da ex-secretária de Valério, Fernanda Karina Somaggio, que fez várias acusações contra o publicitário. O presidente da CPI anunciou que amanhã a CPI realizará uma reunião administrativa às 9h, fechada, seguida de reunião aberta para votação de requerimentos. Entre os requerimentos, está o que solicita uma acareação entre Marcos Valério e Fernanda Karina.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)