Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/03/2014 16:35

Marcha pró-volta dos militares reúne só 22 pessoas em Campo Grande

Campo Grande News
Com faixas e bandeiras do país, manifestantes pedem intervenção militar (Foto: Aliny Mary Dias)Com faixas e bandeiras do país, manifestantes pedem intervenção militar (Foto: Aliny Mary Dias)

Indignados com o governo Dilma Rousseff, contra o comunismo, a corrupção e a favor da Democracia, 22 campo-grandenses se reuniram em frente ao CMO (Comando Militar do Oeste) na tarde deste sábado (22) na Capital. Com bandeiras do Brasil e cartazes, o evento segue uma mobilização nacional denominada Marcha da Família com Deus pela Liberdade.

A garoa, o tempo nublado e a falta de divulgação foram alguns dos motivos apontados pelos participantes pela baixa participação dos campo-grandenses. Sem um líder, cada manifestante justificava uma razão diferente para ato, mas o descontentamento com o governo brasileiro é unanimidade.

Vivaldo Luiz tem 66 anos é líder sindical e fez questão de sair de casa para debater ideias e protestar. “Nós somos contra o comunismo e queremos aperfeiçoar a democracia que existe hoje. Temos que nos unir contra a corrupção e a intervenção militar é a única saída”, explica Vivaldo que participou da primeira edição da marcha realizada em 1964 em várias capitais brasileiras.

Para a aposentada Julia D’amore, de 56 anos, o apoio aos militares é um dos objetivos do movimento. “Nós não temos que fazer ativismo só de poltrona, temos que ir para a rua. Somos contra o governo Dilma e não podemos ficar calados diante de tantas coisas erradas. Nós já deixamos de ser democracia há muito tempo, por isso, uma intervenção militar é tão importante”, diz.

Os manifestantes fizeram questão de deixar claro que a intervenção militar não tem ligação com o golpe militar. “Nesse caso é dado um prazo de 90 dias para que os militares assumam o poder e depois de restabelecida a democracia, novas eleições são convocadas”, explica o aposentado Jainor Ribeiro, de 70 anos.

Um dos participantes, o servidor federal Jânio Coelho, de 58 anos, percorreu mais de 134 quilômetros para a mobilização. “Eu soube pela internet e fiz questão de vir. Vivemos em um governo extremamente corrupto e minha vontade é que o Brasil não se torne uma Cuba ou uma Venezuela, quero um país melhor para os meus netos”, completa.

A maior concentração da marcha ocorre em São Paulo, na Praça da República. No evento no Facebook, mais de 2 mil pessoas confirmaram presença.

lamentável, o mundo evoluiu gente.....
 
savio souza em 23/03/2014 06:28:49
As grandes manifestações começam com pouca gente, depois cresce.
 
Ivo Alves Pereira em 22/03/2014 18:33:10
Só 22, mas é assim que começa um movimento.
 
Edgard Batista Neves em 22/03/2014 16:49:43
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)