Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/08/2006 13:51

Mapa divulga na próxima semana exame de febre aftosa

Fernanda Mathias / Campo Grande News

O Ministério de agricultura, Abastecimento e Pecuária terá ainda hoje o resultado dos testes feitos em amostras colhidas de 2.505 bovinos nos municípios de Eldorado, Japorã e Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul, com suspeita de febre aftosa, mas o resultado só deve sair semana que vem, de acordo com o Departamento de Saúde Animal.

Segundo apurou a Radiobrás, primeiro haverá reunião de técnicos do ministério e do estado, em Campo Grande, na terça ou quarta-feira, quando poderá, inclusive, ser determinada a necessidade de novo teste sorológico, em caso de indícios da doença.

Os testes do Lanagro (Laboratório Nacional Agropecuário), de Porto Alegre, se referem a amostras colhidas no último dia 3 em 382 propriedades rurais na região sul do Estado, fronteira com o Paraguai e divisa com o Paraná. A coleta foi realizada em bovinos com até 24 meses de idade, em áreas vizinhas aos focos de febre aftosa registrados em outubro do ano passado, e que não foram vacinados, justamente para servirem aos testes laboratoriais.

Porém, o superintendente federal de Agricultura, José Antônio Felício, afirma que há informações, extra-oficiais, de que alguns produtores haviam vacinado os bovinos, mesmo sob determinação de não o fazerem. Isso pode ter influenciado em uma primeira bateria de exames, que teve animais reagentes para a doença, segundo ele. Ainda de acordo com Felício, a Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) está levantando como os produtores compraram a vacina, mesmo com determinação da suspensão de comercialização. “Isso nos traz um problemão porque acaba comprometendo o exame”, diz. Já os animais sentinelas, que estão nas áreas onde ocorreram focos e não receberam imunização, apresentaram resultados negativos.

Com base nos resultados do Laboratório Nacional Agropecuário, a Secretaria de Defesa Agropecuária do ministério divulgará relatório avaliando a situação sanitária nos municípios atingidos. Depois da extinção dos animais infectados, a partir de outubro do ano passado, com limpeza e desinfecção das propriedades, as áreas ficaram isoladas por 30 dias, o que os técnicos chamam de “vazio sanitário”, e foram ocupadas, posteriormente, pelos “animais sentinela” que deram as amostras ora em análise.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)