Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/12/2007 08:04

Mantida a prisão no caso da morte do milionário da Mega

STJ

A professora de educação física Janaína Silva de Oliveira, acusada de integrar o grupo que participou do assassinato do milionário da Mega-Sena René Senna, vai continuar na prisão. A decisão é da ministra Laurita Vaz, que negou o pedido de liminar por ausência dos requisitos necessários para a concessão da liberdade.

Além do alvará de soltura, também foram negados os pedidos de mérito: o reconhecimento da nulidade do decreto prisional expedido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro e da sentença de pronúncia.

Em seu voto, a ministra destacou que a demanda requer uma incursão no próprio mérito da impetração, “tarefa insuscetível de ser realizada em exame singular e prelibatório”, explicou. Ela destacou que a decisão definitiva sobre a questão será proferida pela Quinta Turma.

O habeas-corpus questiona a decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro que determinou a prisão preventiva da acusada como garantia da instrução criminal. Ela responde a processo pelo crime de homicídio qualificado, segundo denúncia fundamentada no artigo 121, parágrafo 2º, incisos I e IV, na forma do artigo 29 do Código Penal.

Janaína Silva de Oliveira é esposa do ex-PM Anderson Silva de Sousa, que exerceu a função de chefe da segurança do milionário e teria sido o autor dos disparos que o mataram.


Autor(a):Coordenadoria de Editoria e Imprensa STJ

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)