Cassilândia, Terça-feira, 29 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

20/11/2003 08:24

Mantega entrega projeto de Parceria Público-Privado

Agência Câmara

O ministro do Planejamento, Guido Mantega, entregou ontem ao presidente da Câmara, João Paulo Cunha, o projeto de lei do Governo que institui normas gerais para a licitação e a contratação de parceria público-privado para o fornecimento de serviços de utilidade pública.
Mantega citou como exemplos os casos da construção de uma estrada, no qual o setor público poderá complementar a tarifa de pedágio; de uma obra de saneamento, em que o governo poderá complementar a tarifa da comunidade que não tem como pagá-la integralmente; e o da exploração de petróleo, em que o setor privado implantaria a plataforma e a Petrobras ficaria encarregada de remunerar o serviço de exploração.
O ministro afirmou que, com o projeto Parceria Público-Privado, será possível investir R$ 300 bilhões em infraestrutura nos próximos quatro anos, o que equivale ao Orçamento de um ano inteiro. O valor é a soma das parcerias criadas a partir do PPP, recursos orçamentários e financiamento público.
A proposta se aplica à administração direta, fundos especiais, autarquias, fundações, empresas públicas, sociedades de economia mista e demais entidades controladas diretamente ou indiretamente pela União, estados, Distrito Federal e municípios.
O projeto tramitará em regime de urgência constitucional, ou seja, deverá ser votado em 45 dias, mas a expectativa é de que seja aprovado antes desse prazo. Para o ministro, é viável votá-lo até o dia 15 de dezembro, quando se encerram os trabalhos no Congresso.
No dia 27, vai haver o lançamento público do projeto e a apresentação das principais obras que o Governo quer fazer com essas parcerias, entre elas, um novo acesso ao Porto de Santos (SP); outro acesso ao Porto de Sepetiba (RJ); trechos norte e sul da BR-101; BR-163; e ferrovia norte-sul

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 29 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Segunda, 28 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)