Cassilândia, Sábado, 24 de Junho de 2017

Últimas Notícias

27/05/2008 08:09

Mantega defende novo imposto para financiar a saúde

Vinicius Konchinski /ABr

Brasília - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, defendeu hoje (26) a criação de um novo tributo para custear um possível aumento no orçamento da saúde, caso a regulamentação da Emenda 29 seja mesmo aprovada pelo Congresso. Ele afirmou ser favorável à destinação de mais recursos para a área, mas disse que os parlamentares, responsáveis pela regulamentação da emenda e também pela extinção da Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF), terão de achar uma solução para o assunto.

“Me parece uma temeridade a criação de mais uma despesa sem a criação de uma nova fonte de recursos, principalmente quando existe uma preocupação tão grande com o controle das contas públicas”, afirmou o ministro.

De acordo com Mantega, o orçamento da saúde para 2008 é de R$ 45 bilhões. Caso a Emenda 29 seja regulamentada sem modificações, esse valor saltaria para R$ 68 bilhões até o ano de 2010 - R$ 23 bilhões a mais em quatro anos.

O ministro participou hoje de um evento organizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) para que fossem apresentadas a empresários indicadores da economia nacional e a proposta de criação do chamado Fundo Soberano.

Durante o evento, o presidente da entidade, Paulo Skaf, afirmou que é inaceitável a criação de um novo imposto no Brasil, cuja carga tributária é uma das mais altas do mundo e a arrecadação só cresce.

“Se tivermos que aumentar R$ 5 bilhões, R$ 6 bilhões ou R$ 7 bilhões no orçamento da saúde por ano, que isso saia do orçamento”, disse. “O governo federal arrecada R$ 600 bilhões por ano e tem que trabalhar com esse valor.”


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 24 de Junho de 2017
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)