Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/01/2010 09:40

Manoel Afonso - Transferir votos: a difícil missão

Manoel Afonso

É a velha pergunta sempre presente quando se discute eleições! Prefeito, governador e presidente conseguem transferir votos para qualquer candidato? Os exemplos que todos conhecem por aí dizem que tudo isso depende de uma combinação de vários fatores. Mas cada caso é um caso!
Aliás, o recado que acaba de chegar do democrático Chile deve estar tirando o sono de muita gente em Brasília. Afinal, de nada adiantaram o bom momento econômico do país e o currículo do candidato Frei apoiado pela presidenta Bachelete. Prevaleceu o sentimento de inquietude do eleitorado que simplesmente resolveu optar por um empresário sem tradição na vida pública.
Todos os observadores e políticos que conseguem analisar sem paixão, são unânimes: para se transferir votos pesam muito o ambiente de entusiasmo, de confiança e a questão do bolso. Também a diferença de prestígio entre o fiador da candidatura e o candidato não pode ser exagerada porque enseja uma comparação instintiva entre ambos pelo eleitorado. É como um rapaz muito bonito casar com uma mulher muito feia. Provoca suspeitas!
Os exemplos são perigosos, mas nunca é demais lembrar alguns. Bill Clinton tinha aprovação de mais de 70% e não fez o sucessor. Juscelino estava na ponta dos cascos mas Jânio derrotou o marechal Lot. Pedrossian jamais elegeu um sucessor. Claro que são situações parecidas, mas cada uma delas com suas particularidades locais. É aí que mora o perigo!
Mas o que é preciso lembrar é que nem sempre o currículo e o apelo do candidato são suficientes para se conquistar a vitória. O eleitor reconhece o bom momento, a boa administração do apoiador, mas foca na necessidade de mudança de estilo e das pessoas no entorno do poder. Seria como ponderar: “se o Lula conseguiu ir também, sem nenhuma experiência, imagine então o que o Serra poderá fazer!”
Dilma não é um poste, mas convenhamos: não é nenhuma “Brastemp”. E seria o caso de se perguntar: Lula tem mesmo interesse em elegê-la, assim como JK apoiando Lot? Nunca é demais ressaltar: o grande debate político ainda não começou apesar do palanque antecipado do Planalto. Não se pode ignorar que Lula será o grande eleitor nestas eleições. Evidente, óbvio!

Mas ele não é a Dilma. Ele é o Lula!



Manoel Afonso
(meu blog www.manoelafonso.com.br)



O Cassilandianews não se responsabiliza por opiniões com autoria.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)