Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/02/2008 08:00

Manoel Afonso - Sem promessas candidato ganha?

Manoel Afonso

SEM PROMESSAS CANDIDATO GANHA?

“Promessa é aceno de esperança de futuro melhor”.

Prometer por prometer não cola mais. Antigamente muitos candidatos não tinham noção da gravidade ou responsabilidade das promessas que faziam aos eleitores. Fruto da irresponsabilidade de uns, da incontrolável emoção nos palanques e da falta de preparo de outros no trato dos problemas e anseios.
Não é por acaso que o folclore político é rico em casos de promessas estapafúrdias envolvendo políticos anônimos e consagrados, das pequenas às grandes cidades. O seu prefeito, vereador, deputado e senador, a exemplo de Jânio, Getúlio, JK, Sarney, FHC e Lula não chegaram ao poder sem promessas.
Incontáveis as promessas famosas: revogar a lei da gravidade, a lei da oferta da procura e trazer o mar até à cidade do interior, são algumas delas citadas aqui a título de ilustração.
Mas campanha política sem promessa é sem graça: é como dançar com a irmã. A promessa é antes de tudo acena de esperança de um futuro melhor. Imaginem o discurso de um candidato pregando pessimismo, mostrando um amanha sem perspectivas positivas! O eleitor tem alma e coração como todos nós. Não quer mais ser sacrificado. Não quer pagar a conta. Não quer palavras duras que machucam. Elas não trazem felicidade à ninguém!
Ao candidato é necessário ser prudente na análise da situação, sem ser excessivamente rigoroso nas projeções do futuro, sob pena de ser visto como pessimista e sem o “remédio” para resolver os problemas. As promessas de ontem estão agora de embalagem nova sob o nome de projetos. Eles são mais palpáveis e exigem a companhia de dados e pareceres técnicos. Prometer aleatoriamente uma ponte num local difícil é diferente da proposta de construí-la, apresentando dados que provem sua viabilidade técnica e financeira.
Os meios de comunicação exercem hoje papel importante na sociedade. Nunca se ouviu tanto rádio como agora. É difícil achar uma casa que não tenha uma televisão. Isso sem contar jornais, revistas e a internet que avança cada vez mais. E esse conjunto de informações tem contribuído para melhor entendimento e análise por parte do eleitor.
Conclusão: Quem apenas promete, sem subsídios consistentes corre sérios riscos de descrédito. Quem propõe ações baseadas em projetos, com otimismo e equilíbrio, acaba levando vantagem.

Manoel Afonso

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)