Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/05/2009 08:08

Manoel Afonso: "Quanto vale o seu parlamentar?"

Manoel Afonso*

A pergunta é boa e a resposta ruim! O pior: não é preciso recorrer a regras mirabolantes para se chegar a conclusões óbvias. Nas filas de bancos e supermercados, por exemplo, poucos ousariam pelos caminhos da generosidade na hora da avaliação.
Circula na internet o texto desabafo de um professor de Física, (com curso superior) do ensino médio da Bahia, onde faz uma série de considerações da sua situação profissional e lança uma comparação inusitada. Lembra que seu salário é de apenas R$650,00, enquanto cada parlamentar nosso custa anualmente ao país a fortuna de R$10,2 milhões. Ao final, uma conclusão de estarrecer: os gastos de um só parlamentar dariam para pagar 344 professores.
Aposto que você deve estar exclamando: “Ora bolas! Um só professor faz mais falta que vários parlamentares!” Mas é aí que vem a revolta do professor: os políticos legislam em causa própria e sempre encontram uma saída camuflada para engordar seus vencimentos. O episódio da farra das passagens provou a + b que os parlamentares pediram concordata ética e deram as costas para a opinião pública. “Tô nem aí!” Para piorar, a postura parlamentar recebeu a solidariedade do próprio presidente Lula, que antes tinha uma visão de “picaretas” dos integrantes do Congresso.
Mas vamos seguir o raciocínio do mestre baiano e perguntar: que ação parlamentar resultou em benefício do nobre leitor? Não vale responder de afogadilho ou no emocional! Na saúde? Na educação? Na segurança? Onde mesmo? No tal PAC – com P de “Parola”?
Sem ser refém do desalento, continuo a respeitar a importância do Congresso Nacional, mas não há como negar o notável descontentamento que toma conta da opinião pública. Todo o dia o placar dos escândalos sofre alteração. Até quando os discursos ufanistas de Lula vão encobrir as sacanagens da “cumpanheirada e Cia?” Os avanços em algumas áreas da administração não podem servir de compensações aos desvios parlamentares.
Como diz o jornalista Carlos Alberto Di Franco: “...É preciso mostrar eventuais descompassos entre o discurso e a realidade...Nós jornalistas, devemos ser o contraponto a essa tendência. Cabe-nos a missão de desnudar o que o marketing esconde”.
Se “a imprensa é a vista da nação”, como dizia Rui Barbosa, não há como se omitir! E aí no arremate, pergunto: “Você trocaria seu parlamentar por 344 professores?”

Manoel Afonso*: Leia meu blog: www.manoelafonso.com.br



O Cassilândianews não se responsabiliza por matérias, opiniões e artigos assinados

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)