Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/12/2008 07:12

Manoel Afonso pergunta: Vereança, o nível melhora?

Manoel Afonso

Em se tratando do nível das futuras Câmaras Municipais, será que “as coisas mudarão para ficar como estão?” – como dizia Lampeduza? Pode parecer excesso de pessimismo, mas os sinais até aqui indicam que as perspectivas não são nada animadoras.
Alguém pode até ponderar: “mas a renovação na maioria dos legislativos municipais foi inegável!” Mas isso não assegura que todos os eleitos preencham os requisitos ao bom exercício da vereança. Não são poucos aqueles que simplesmente aproveitaram do momento de descontentamento e apresentaram seus nomes sem desgastes aos olhos do eleitorado.
Não sejamos hipócritas! Vota-se muito por aí pelas ligações religiosas, troca de favores, simpatia pessoal, gratidão, parentesco e por outros motivos que dispensam citação. Exceções existem, é claro!
As notícias que têm chegado após as eleições significam uma espécie de prenúncio do que vem aí. Futuros vereadores jogam no lixo a máscara da ética e mostram a que vieram! Querem levar vantagens de todos os tipos imagináveis: desde a eleição para a futura mesa diretora até a contribuição na parceria com o Executivo. É a velha pratica “é dando que se recebe”.
O exercício da vereança, além dos predicados morais, exige conhecimento técnico sobre a complicada legislação que vai da Constituição Federal, passando pela Lei Orgânica dos Municípios, Constituição Estadual e Regimento Interno da Câmara Municipal. É sobre esses assuntos que a atenção dos futuros vereadores deveria estar focada.
Como o exercício da vereança acabou virando profissão para grande parte dos “legisladores municipais”, não serão poucos aqueles que seduzidos pelo poder, deixarão em segundo plano suas atividades profissionais. Ignoram que o poder também desgasta e que os quatro anos passam num piscar de olhos.
Além do povo, quem tem motivos para se preocupar com o quadro são os futuros prefeitos. Não querem se tornar reféns dos vereadores pagando resgates diversos como nomeações de parentes, correligionários, mensalinho, combustíveis etc. Aliás, na conversa com alguns deles, ouvi relato de episódios inacreditáveis de cobranças antecipadas por parte de vereadores eleitos.
Se você acredita em Branca de Neve, Saci Pererê, Fada Mágica e no Pó de Pirlimpimpim, então esteja certo que o nível comportamental da vereança municipal mudará para melhorar.
Aí... estará provado que Papai Noel existe!




Manoel Afonso
Comentarista da TV. Record-MS
mcritica@terra.com.br

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)