Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/12/2007 07:00

Manoel Afonso - Nossas mulheres: machistas nas urnas!

Manoel Afonso

(Ah! Se elas soubessem usar a força que tem!)

A lógica diz que não era para ser assim, mas é: as mulheres continuam preferindo votar nos homens. Sinais evidentes não só do subdesenvolvimento como da velha cultura machista que veio nos navios da imigração latina.
Quando a gente pensa que o País está melhorando, vem a decepção: até as mulheres de classe média acompanham – como cordeirinhas – o voto do marido e ponto final. “E não berram”! Namoradas, por sua vez, votam no candidato de preferência do namorado e assim por diante. Conclusão impera a vontade dele “imperador”.
Se você acha que o cronista está exagerando, aceite o desafio: conte quantas mulheres comandaram a prefeitura de sua cidade ou quantas delas são vereadoras na Câmara de sua cidade. Aqui em Campo Grande, por exemplo, temos apenas três. Já imaginou se o eleitorado de saias acordasse para o potencial que têm! A conseqüência seria a disputa “mano a mano” com os homens em termos de representação política. Só para ilustrar vale lembrar que temos apenas duas deputadas em nossa Assembléia Legislativa. Não temos uma só representante na Câmara Federal e Marisa é a única política da terrinha em Brasília.
Eu fico tentando decifrar, como homem, o complicado cérebro feminino. Porque ela acha que a mulher seria incompetente? Será que ela é complexada e não gostaria de ver uma mulher fazer sucesso? Ou seria porque entende que votando no candidato do marido, estaria dando prova maiúscula de cumplicidade, ou de submissão? É a velha história: mulher não gosta de ver outra bonita ou outra fazendo sucesso e assim “vinga-se” votando no “sexo forte”. Impressionante como as mulheres “descobrem defeitos” nas candidatas!
Apesar das conquistas ao longo do tempo, a mulher brasileira ainda decepciona, não ocupa o espaço que lhe é oferecido e assim se contenta no papel de coadjuvante, outorgando ao homem o papel de “ator principal”. Eu pergunto: até quando continuará como Amélia?
Ora! Está mais que provado! As mulheres são muito mais éticas no trato da coisa pública que os homens. O pior é que elas sabem disso. Quando elas acordarem desse “sono da omissão ou submissão”, vão descobrir o tanto que erraram e aí vão demorar muito tempo para recuperar o tempo perdido. E fica aqui o velho ditado: “mulheres – uni-vos”!

Manoel Afonso
mcritica@terra.com.br






Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)