Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/10/2007 10:14

Manoel Afonso - Indignação: vamos imitar os argentinos?

Manoel Afonso

Mas o país não vai bem do ponto de vista econômico? O povo não está vivendo melhor? Claro que sim! Impossível negar o “óbvio ululante”, na velha expressão de Nelson Rodrigues. Mas isso não basta! A população está atenta e sabe separar as coisas. Acha por exemplo que poderia estar muito melhor e assegurar um futuro melhor.
O tempo passa, as eleições vão acontecendo e a democracia se consolidando. Mas a credibilidade da classe política não tem acompanhado esse quadro e o conjunto de fatos respinga negativamente também nas instituições públicas.
Não é por acaso que políticos, Senado, Câmara Federal, partidos políticos e vereadores não são bem vistos segundo a última pesquisa da Associação dos Magistrados do Brasil. Os escândalos envolvendo figuras do poder político, das pequenas cidades ao núcleo do legislativo em Brasília, têm ocupado a mídia insistentemente e aí não há como escapar das conseqüências.
O curioso é que nenhum deputado ou senador, por exemplo, teve a coragem de abordar e questionar os resultados dessa amostra da insatisfação popular. Inteligentes, sabem que contra a verdade não há argumentos e assim preferem ignorar na tentativa de minorar seus reflexos. O corporativismo e a impunidade têm caminhado de mãos dadas por esse Brasil afora. A cada nova denúncia, a cada novo escândalo, a opinião pública solta suspiros de ceticismo quanto a possibilidade de punição ou desfecho que sirva de lição em nome da moralidade e ética na conduta. A expressão “vai terminar em pizza” virou frase comum para prejulgar o final destes episódios.
Na outra ponta, só a Polícia Federal, os Juizados de Pequenas Causas e as Forças Armadas, segundo os olhos do povo, são as instituições públicas que não decepcionam as expectativas e merecem a confiança no dia a dia. Curiosamente, os integrantes destas instituições não são eleitos pelo povo: são pessoas concursadas, preparadas intelectualmente e dotadas de valores morais imprescindíveis.
Se nós escolhemos de forma errada nossos políticos, somos indiretamente os grandes responsáveis pelas mazelas. É aí que entra a acomodação do brasileiro e sua falta de indignação, que sobra por exemplo nos vizinhos argentinos. Enquanto nós aqui limitamos á critica passageira, nossos “hermanos” saem às ruas e protestam com garra e coragem.
No arremate a sugestão: vamos aprender cidadania com eles argentinos?

MANOEL AFONSO

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)