Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/12/2011 08:46

Manoel Afonso e a crônica falando sobre o nosso Pelé

Manoel Afonso

IMAGENS QUE FICAM DO AMIGO PELÉ....



Primeiro, nem lembrava mais dele. Segundo, também tinha esquecido que seu nome era Ademar. Mas lembro bem de seu jeito falante, voz estridente, brincalhão, que conseguia conciliar o trabalho noturno no bar da Cantina da Vilma com o time que comandava.



Alí onde hoje é a fabrica de postes de cimento, havia um campinho onde a gente treinava e jogava. Ele era o dono da bola e quem distribuía as camisas escalando o time. Nada mais justo, porque quem lavava o uniforme, salvo melhor juízo, era sua mãe, cuja casa era ao lado, onde íamos tomar água depois das ‘peladas’.



Entre 1974 a 1980, os rachas eram constantes ali naquele campo, que era de propriedade do sr. Anderson. Quando do asfaltamento do trecho Raimundo-Cassilândia, o pessoal da Enecon também integrava o time dos ‘amigos do Pelé’. Tenho uma foto com uma das equipes.



O time do Pelé enfrentava equipes da região. Uma vez recebeu até o time de Carneirinhos, de Minas Gerais. Aliás, teve jogo de volta e o pessoal do Pelé, como se diz, atravessou o rio para ‘pagar o jogo’. Eu não fui porque estava viajando.



Na verdade o Pelé era um baita relações públicas. Ele fazia dos treinos e dos jogos um prato cheio para seus comentários em seu trabalho. O médico Alceu, por exemplo, que freqüentava a cantina, tinha lugar no time. O saudoso Nondinha também. Quando o Juiz de Direito Almicar Silva e o Promotor de Justiça José Benedito, vinham atender na Comarca, também treinavam no campinho. Portanto, mais que um time, era uma confraria que reunia pessoas de todas classes sociais.



Essa iniciativa minha, redigida no apagar das luzes desta terça-feira, é uma prova de que as pessoas devem ser lembradas não pelo conseguiram amealhar financeiramente ou pelo prestígio social, mas sim pelo estilo generoso marcante, como foi de Pelé. Gente simples do povo, que passou pela vida sorrindo, fazendo amigos, e mesmo com a doença cruel, demonstrou um espírito de aceitação raro.



Esse é o outro nosso Pelé. Não conheceu outros times, não disputou Copas. Mas fez amigos e admiradores de verdade. Não há como falar de futebol de ponta de rua, de peladas ingênuas e gostosas, sem falar do Pelé, aquele mesmo da Cantina da Dona Vilma. Grande parceiro! Vamos orar por ele! MANOEL AFONSO

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)