Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/05/2013 06:29

Maníaco não está pronto para voltar ao convívio social, diz psiquiatra

Renan Nucci, dourados agora
Jovem está detido em um hospital da Capital, e pode receber alta a qualquer momento. Foto: Dourados AgoraJovem está detido em um hospital da Capital, e pode receber alta a qualquer momento. Foto: Dourados Agora

“O Maníaco da Cruz não está apto ao convívio social”, afirma o presidente da Associação Sul-Mato-Grossense de Psiquiatria, Kléber Francisco Meneghel Vargas. O assassino está detido desde o dia 4 de maio na Santa Casa de Campo Grande, sob escolta policial, e aguarda decisão da Justiça para receber alta já que exames psiquiátricos não identificaram nenhuma doença mental; conforme os laudos, ele sofre de transtorno de personalidade.

“Eu não tive acesso ao caso, mas em tese, quando o diagnóstico do paciente aponta que ele não tem doença mental como esquizofrenia ou transtorno bipolar, por exemplo, significa que ele é portador do transtorno de personalidade, o que vem a ser, normalmente, um tipo de transtorno social. Sendo assim, apresenta como um dos sintomas a falta de amor ao próximo, sendo incapaz de controlar seus impulsos”, disse Meneguel em entrevista cedida à TV Morena nesta manhã.

De acordo com o psiquiatra, por estes motivos, Dhionatam Celestrino não pode voltar a conviver com as demais pessoas. “Indivíduos assim normalmente perdem a sensibilidade pelo próximo e sempre tentam racionalizar os erros cometidos, dizendo que agiram motivados por diversas circunstâncias, sempre se esquivando e colocando a culpa em terceiros. O agravante é que em situações assim, as punições não surtem efeito. É preciso deixar claro que nem todos que estão nestas condições vão cometer crimes”, destacou.

O maníaco foi preso em 2008, quando matou três pessoas no município de Rio Brilhante. Ele esteve detido na Unidade Educacional de Internação (Unei) Mitaí em Ponta Porã até o dia 3 de março de 2013, quando escapou e ficou foragido por quase dois meses. Neste período se escondeu no município de Horqueta, no Paraguai, onde tentava recomeçar uma nova vida. Lá, até onde se sabe, não se envolveu em nenhum tipo de confusão.

“Isso reforça ideia do que foi dito. Um paciente com doença mental comete o crime pois está com seu juízo de realidade alterado, tem delírios, ouve vozes, vê coisas fora do comum. Quem sofre de transtorno de personalidade tem consciência do que é errado, mas mesmo assim comete os crimes. Ao dizermos que ele é portador desta perturbação, não estamos afirmando que ele pode voltar a ter uma vida normal. Ele não pode ficar em um hospital, porquê hospitais são pra doentes mentais. Se deixar um psicopata em um local assim, pacientes e profissionais estarão em risco”, relatou.

Diante das circunstâncias, Meneguel crê que a melhor solução seja a internação em um estabelecimento específico. O Governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, que é médico de profissão, partilha da mesma ideia. “Acredito que ele precise de acompanhamento. A Justiça deveria realizar exames de cessação de periculosidade para avaliar qual a probabilidade de que ele possa voltar a matar. O ideal seria que fosse para um hospital de custódia, mas infelizmente não existe nenhum no Estado; no Brasil são 20 ao todo, e todos estão lotados”, concluiu.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)