Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/05/2008 19:37

Mandato de Evo Morales será submetido à consulta popular

Mylena Fiori/ABr

Brasília - O Senado boliviano aprovou hoje (8) a realização de referendo revocatório do mandato do presidente Evo Morales e de governadores de nove departamentos (estados) do país. A consulta popular foi proposta pelo governo de Evo Morales no final do ano passado, mas acabou sendo apreciada pelo Senado – onde a oposição é maioria - somente agora, poucos dias após a consulta popular que aprovou a autonomia do departamento de Santa Cruz, numa demonstração de insatisfação da população local com o governo central.

Em mensagem ao povo boliviano, Evo Morales se disse satisfeito com a aprovação do referendo revocatório, lembrou que esperava por isso há muito tempo e garantiu que promulgará rapidamente a decisão do Parlamento. “É uma forma de aprofundar a democracia em nosso país, embora nós, políticos, nem sempre nos lembremos disso. O melhor é que o povo decida o destino do país, dos presidentes, vice-presidente e governadores”, disse Morales. “O povo que nos diga quem serve e quem não serve para governar”, completou.

O presidente boliviano aproveitou para criticar o referendo de Santa Cruz, considerado inconstitucional pelo governo central. “O referendo revocatório de mandato tem o objetivo de definir as diferenças políticas no marco da legalidade, no marco da constitucionalidade e não mediante alguns referendos em que não se respeita as instituições e as normas vigentes do país”, afirmou, segundo discurso divulgado pela assessoria de imprensa da Presidência da Bolívia.

O referendo revocatório de mandato foi proposto por Evo Morales no dia 5 de dezembro do ano passado, em meio aos tumultos provocados pela votação da nova Constituição boliviana. Dez dias depois, o referendo foi aprovado pela Câmara de Deputados e, desde então, aguardava apreciação pelo Senado. A expectativa é de que a consulta popular sobre o mandato de Morales e de nove governadores ocorra em 90 dias.





Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)