Cassilândia, Sábado, 23 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

10/12/2007 08:31

Malária: Lucas do Rio Verde entra em estado de alerta

Só Notícias/Sinop

Lucas do Rio Verde está em alerta com o aumento nos casos de malária. Somente nos dois últimos meses foram 73. O secretário de Saúde, Paulo Angeli, disse, ao Só Notícias, que a maioria foi notificada em moradores na região do Macuco, próximo ao rio Verde, onde algumas famílias montaram barracos e as condições são precárias.

Angeli declarou que algumas medidas foram tomadas para conter o mosquito e auxiliar estas famílias. “Já fizemos a borificação nessa região e estamos disponibilizando os medicamentos para todos os pacientes”, concluiu. Em caso de suspeita, o exame pode ser feito no laboratório do município. O resultado sai em cerca de uma hora e, sendo positivo, o paciente já recebe o coquetel para tratamento.

Uma equipe da Secretaria do Estado de Saúde também está no município investigando a origem do mosquito. Angeli acredita que a pessoa contaminada pode ter vindo de fora. “Lucas do Rio Verde está crescendo e o fluxo de pessoas é grande. Outro fator que contribui é o período chuvoso, que favorece reprodução do mosquito transmissor”, explicou.

A malária caracteriza-se por desencadear acessos periódicos de febres intensas que debilitam profundamente o doente. Provoca lesões no fígado, no baço e em outros órgãos, além de anemia profunda devido à destruição maciça dos glóbulos vermelhos que são utilizados pelo Plasmodium para reproduzir-se. Os transmissores são mosquitos do gênero Anopheles. As fêmeas colocam ovos em águas acumuladas entre as folhas de plantas, vasos, latas e pneus velhos, e as larvas completam o seu ciclo na água.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 23 de Setembro de 2017
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Quinta, 21 de Setembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)