Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/01/2010 14:47

Major uruguaio será extraditado assim que sair do hospital

Da Agência Brasil

O major uruguaio Manuel Juan Cordeiro Piacentini será extraditado para Argentina assim que receber alta médica. Até lá, Piacentini continua no Brasil sob custódia da Polícia Federal, que não sabe por quanto tempo o militar reformado continuará hospitalizado.

O militar está internado no Centro Hospitalar Santanense, na cidade Sant'ana do Livramento (RS), desde a última terça-feira (19), quando deveria ter sido extraditado. A extradição não foi realizada porque o major alegou sofrer de um mal súbito, supostamente cardíaco, no exato momento em que os policiais federais chegaram a sua residência.

Cordeiro é acusado de participar da Operação Condor, que na década de 1970, uniu forças policiais para perseguir e capturar opositores das diversas ditaduras sul-americanas. Em 2005 o governo argentino solicitou a extradição do uruguaio, que é acusado de praticar crimes contra os direitos humanos no país.

Em agosto de 2009, o Superior Tribunal Federal (STF) autorizou a extradição do uruguaio para Argentina, mas a redação final da decisão foi publicada apenas em dezembro.

O governo argentino comunicou ao Ministério da Justiça que promoveria a retirada de Piacentini na última terça-feira, mas o problema de saúde do militar reformado adiou a extradição.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)