Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Maio de 2019

Últimas Notícias

01/04/2019 13:00

Mais uma ameaça de massacre em escola é registrada pela polícia

Campo Grande News

Professores denunciaram à Polícia ameaça de massacre na Escola Estadual Lúcia Martins Coelho. De acordo com as testemunhas, quando eles foram buscar redes de wi-fi, encontraram uma com nome de MASSACRE L.M.C 14:22. Professores alegaram que andavam nos corredores da escola e o sinal que apontava a rede ficava mais forte.

Diante da ameaça, a diretora da escola acionou policiais e providências foram tomadas.
De acordo com o boletim de ocorrência, que foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento (Depac) Centro, os alunos da escola também viram a rede com o nome MASSACRE L.M.C 14:22 e ficaram desesperados. O caso está sendo investigado.

OUTRAS AMEAÇAS

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por meio das delegacias, tem atendido diversas ocorrências que insinuam a realização de ações parecidas com o que aconteceu na Escola Estadual Lúcia Martins Coelho, na tarde de ontem.

Conforme divulgado pelo Correio do Estado, duas escolas de Campo Grande foram alarmadas por conta de redes de wi-fi nomeadas com “avisos” de massacre. A delegada da Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude (DEAIJ), Fernanda Félix, disse que esse tipo de ameaça pode equiparar ao ato infracional de ameaça, apologia e instigação ao crime.

“Mesmo que pareça uma brincadeira inocente entre adolescentes, a situação pode ser entendida como um ato infracional, e caso haja entendimento do judiciário, eles poderão ser encaminhados para uma Unidade Educacional de Internação (Unei) ”, enfatiza.

De acordo com informações do site O Pantaneiro, o mesmo trote também aconteceu na manhã da última sexta-feira (29), na Escola Estadual Coronel José Alves Ribeiro, em Aquidauana. Neste caso, várias redes disponíveis faziam alusão a atentado, com hora marcada.

"Hoje vai ser como Suzano", "Às 10h30 se preparem", "Massacre 11h25" foram alguns dos nomes usados pelos suspeitos, mas, as redes foram desativadas ou tiveram os nomes alterados antes da chegada da Polícia Militar. No local, os agentes fizeram buscas e revistaram mochilas, mas não encontraram nada de ilegal.

Na semana passada, segundo a Sejusp, no Bairro Tijuca, dois jovens ameaçaram os colegas que iriam explodir o colégio com uma bomba. Nesta ocorrência, conforme a delegada, nenhum deles estavam portando qualquer tipo de artefato, mas aterrorizaram toda a escola.

Os adolescentes foram apreendidos e encaminhados para uma Unei da Capital, onde estão há mais de uma semana pelo ato infracional equiparado ao crime de ameaça.

“Ao atender esse tipo de fato nós temos notado que muitos adolescentes com problemas psicológicos ao verem uma notícia tão trágica, quanto a que aconteceu em Suzano (SP), eles tentam chamar a atenção pela repetição daquele ato. Esses jovens requerem cuidados especiais dos pais e até mesmo do corpo docente”, destaca.

Um fator importante pontuado pela delegada é a realização do registro do boletim de ocorrência por parte dos diretores, professores ou responsáveis pelas escolas. “Eles têm o dever de informar imediatamente a DEAIJ ou a delegacia mais próxima sobre qualquer tipo de ato infracional que ocorra dentro de uma unidade de ensino”.

Esta foi a ação tomada pelo diretor da Escola Estadual José Barbosa Rodrigues, Edvaldo Lourenço, na tarde da última quinta-feira (28), depois que a unidade foi supostamente ameaçada. “Nós não podemos ficar achando que é só brincadeira. Temos que agir também”, disse o responsável.

*Colaborou Fábio Oruê

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Maio de 2019
10:00
Receita do Dia
08:46
Cassilândia
Domingo, 19 de Maio de 2019
13:49
Costa Rica
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
05:03
Campeonato Brasileiro de Futebol
Sábado, 18 de Maio de 2019
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)